O Corinthians venceu o Once Caldas, da Colômbia, nesta quarta-feira (04), por 4 x 0, na Arena Corinthians, no primeiro jogo da pré-libertadores. Agora o jogo de volta será na próxima quarta (11), em Manizales, na Colômbia.

Com esse resultado, o Corinthians deixou encaminhada a classificação para a fase de grupos da libertadores, mas o clube não está deixando o otimismo exagerado tomar conta dos jogadores, até porque ainda haverá o jogo de volta, com mando de campo do adversário, na Colômbia.

Não foi uma partida brilhante do Corinthians, mas alguns jogadores se destacaram individualmente.

O atacante Emerson foi o melhor do Timão em campo, pois além de ter feito um golaço, criou muitas jogadas de ataque, deu carrinho, ajudou na marcação e ainda "catimbou" a partida, provocando de maneira positiva os adversários.

Publicidade
Publicidade

E quando ele foi substituído no final do jogo, foi aplaudido pela torcida.

Outro destaque foi o zagueiro Felipe, que além de ter marcado um gol de cabeça, o segundo do clube paulista, correu, marcou firme e se doou em campo, tendo como reflexo disso as dores musculares que sentiu nos minutos finais do jogo, necessitando ser substituído por Edu Dracena. E quando Felipe saiu do campo, foi aplaudido e teve seu nome gritado pela torcida.

O meio-campista Jadson também se destacou, pois criou várias jogadas de ataque, correu e também ajudou na marcação, chegando até a dar carrinhos para recuperar a posse de bola.

Os outros jogadores não brilharam, mas jogaram bem, chegando até a fazer jogadas geniais e bons lances ao decorrer do jogo. O meia-atacante Renato Augusto. O lateral-esquerdo Fábio Santos foi bem no jogo, principalmente defensiva.

Publicidade

O zagueiro Gil, o goleiro Cássio e o volante Elias tiveram bom desempenho. O volante Ralf demonstrou a eficiência de sempre na marcação. O atacante Guerrero foi expulso na metade do primeiro tempo, e além da habitual raça, participou do primeiro gol do time.

O zagueiro Edu Dracena, o atacante colombiano Mendoza e o volante Bruno Henrique, até pelo pouco tempo em campo, foram discretos na partida.

Segue abaixo o detalhamento dos lances que originaram os quatro gols do Corinthians.

O primeiro gol foi aos 35 segundos do primeiro tempo, marcado pelo atacante Emerson. Tudo começou com o time do Corinthians pressionando a defesa colombiana, aí a zaga teve que dar um chutão para frente, o zagueiro Felipe rebateu a bola, ela espirrou na perna do volante Ralf e foi para os pés do volante Elias, que tocou de primeira para o meia-atacante Renato Augusto na esquerda, que dominou a bola e tocou para o atacante Guerrero, que tocou para o atacante Emerson na lateral do campo, e aí Sheik pedalou na frente do zagueiro adversário, ajeitou para o pé direito, de fora da área cobriu o goleiro do Once Caldas, golaço de Emerson Sheik, abrindo o placar para o Timão.

Publicidade

Foi o gol mais rápido do clube paulista na história da libertadores, e também o mais rápido da Arena Corinthians.

O segundo gol foi aos 9 do segundo tempo, marcado pelo zagueiro Felipe. Jadson cobrou escanteio pelo lado esquerdo, e o zagueiro Felipe subiu mais que a zaga adversária e mandou para o fundo da rede.

O terceiro gol foi aos 25 do segundo tempo, marcado pelo volante Elias. Tudo começou com o atacante Emerson dominando a bola na ponta esquerda, aí ele fez uma embaixadinha, avançou e tocou para o volante Elias, que tabelou com o meio-campista Jadson, e após troca de passes, o volante Elias tocou para o meia-atacante Renato Augusto, que mesmo marcado, escorou para o volante Elias, que invadiu a área com a bola dominada, no meio da zaga adversária e cobriu o goleiro com um bonito chute. Golaço do volante Elias.

O quarto gol foi aos 33 do segundo tempo, do lateral-direito Fágner. Tudo começou quando o volante Ralf dominou a bola na ponta esquerda, e virou ela para o lateral-direito Fágner, que cabeceou para o meia-atacante Renato Augusto, na ponta direita, que devolveu de calcanhar para Fágner na entrada da área, o lateral invadiu a grande área com a bola dominada, e quando o goleiro partiu para cima dele, Fágner deu um leve toque na bola, com a perna direita, que cobriu o goleiro e foi morrer mansamente no fundo da rede. #Futebol