A expectativa era grande para a estreia dos brasileiros na Copa Libertadores da América 2015. No entanto, com a exceção do Corinthians, que enfrentou outro time brasileiro, o rival São Paulo, e venceu por 2X0, jogando em casa com o apoio da torcida, os outros dois brasileiros estrearam com derrota na primeira rodada da competição, que começou a ser disputada na terça-feira passada, 17.

O primeiro deles foi o Internacional. O time gaúcho, bicampeão da Libertadores em 2006 e 2010, não resistiu aos 3.360 metros de altitude da capital boliviana, La Paz, e foi facilmente derrotado pelo The Strongest por 3X1, na última terça.

Publicidade
Publicidade

Os colorados, comandados pelo meia D'Alessandro, autor do único gol do time na partida, não criou dificuldades para os donos da casa, que venceu a partida sem maiores problemas. Agora o time do técnico Diego Aguirre terá que se recuperar em casa, pela segunda rodada do grupo 4, para não se atrapalhar na competição. O Inter enfrenta a equipe do Universidad do Chile, que estreou com derrota em casa para o Emelec do Equador, pelo placar de 1X0. A partida entre Internacional e Universidad do Chile será realizada no estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre, no dia 26 de fevereiro, às 20h15.

O outro brasileiro derrotado na estreia da Libertadores foi o Atlético-MG. O "galo" estreou nessa quarta-feira, 18, também fora de casa, contra o Colo-Colo do Chile. A partida marcou o encontro de dois campeões do torneio, e o campeão de 1991 levou a melhor contra o campeão de 2013.

Publicidade

A princípio, o time brasileiro criou certa dificuldade para o adversário chileno, marcando sob pressão e apostando nos contra-ataques com o baixinho e veloz, Luan. Porém, as coisas começaram a se complicar para os mineiros quando, já no final do primeiro tempo, o atacante do Colo-Colo, Felipe Flores, arriscou um chute de fora da área e o goleiro atleticano, Victor, falhou ao deixar entrar uma bola completamente defensável. Aberto o placar, os chilenos só administraram a partida, até o atacante Paredes marcar mais um gol e decretar a vitória para os donos da casa: 2X0. Para não se complicar na competição, o Atlético terá que vencer a próxima partida, em casa, contra o Atlas do México, no dia 25 de fevereiro, às 19h45.

Um time brasileiro ainda falta estrear na competição. O Cruzeiro, bicampeão da Libertadores em 1976 e 1997, e atual bicampeão brasileiro, enfrenta no dia 25 de fevereiro o Universitário Sucre do Peru, valendo pelo grupo 3. Assim como Inter e Atlético, os cruzeirenses também vão estrear longe dos seus domínios. Resta saber se a "raposa" terá melhor sorte do que os seus compatriotas. #Futebol