Hoje é dia de festa. José Macia, mais conhecido como Pepe, completa 80 anos. Considerado um dos grandes jogadores do #Futebol Brasileiro, o ex-jogador conquistou todos os títulos possíveis com a camisa do Santos Futebol Clube. Foi apelidado de "Canhão da Vila", devido aos seus chutes de grande potência com a perna esquerda.

Com o Alvinegro da Vila Belmiro conquistou 27 títulos oficiais, sendo o maior vencedor com a camisa santista. Com o Santos, ele faturou o Mundial Interclubes (1962 e 1963), Taça Libertadores da América (1962 e 1963),  Campeonato Brasileiro (1961, 1962, 1963, 1964, 1965 e 1968), Torneio Rio- São Paulo ( 1959, 1963, 1964 e 1966), Campeonato Paulista ( 1955, 1956, 1958, 1960, 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1967, 1968 e 1969),  Super Copa Sulamericana (1968) e Recopa dos Campeões Intercontinentais (1968).

Publicidade
Publicidade

Nascido em São Vicente, fez sua carreira toda na Vila Belmiro, só saindo quando se aposentou em 1969. Jogou pela Seleção Brasileira e conquistou as Copas Do Mundo de 1958 e 1962. Teve sua carreira como técnico e passou por muitos clubes, como Guarani, Ponte Preta, São Paulo, Inter De Limeira, Portuguesa Santista, Atlético Mineiro, Al-Sadd, Criciúma, Atlético Paranaense, entre muitos outros. Foi técnico do próprio Santos, onde iniciou com as categorias de base e depois passou para os profissionais, esteve presente no ultimo título conquistado pelo Rei Pelé, o Campeonato Paulista de 1973. 

Costuma dizer que é o maior artilheiro humano da história do Santos, já Pelé não conta, pois ele é de Saturno'. Participou do que foi considerado o maior time de todos os tempos, onde formou um ataque de respeito, com Dorval, Mengálvio, Coutinho e Pelé.

Publicidade

Tem 750 partidas pelo Alvinegro Praiano, é o segundo jogador que mais vestiu o manto santista, apenas atrás de Pelé. Teve grande destaque na conquista do Mundial de Clubes em 1963, na segunda partida contra o Milan, no Maracanã. Ele marcou dois gols de falta e levou a decisão a um terceiro jogo, que culminaria no bicampeonato Mundial.

 Parabéns Pepe! Eterno Canhão da Vila!