A Torcida do Chelsea se deslocou até Paris para ver o clássico entre Chelsea e PSG. Este era o primeiro jogo das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Como todo o jogo entre clubes tradicionais do #Futebol europeu, com grandes equipes e craques, o jogo foi emocionante. Com o resultado de 1 a 1 no jogo de ida, a torcida do Chelsea está satisfeita, pois o jogo de volta será em Londres, no estádio correspondente ao mando de jogo do Chelsea. Caso a história parasse até este ponto, seria uma boa notícia mo mundo do esporte.

Entretanto, não foi somente isso que aconteceu. Houve uma atitude que causou repúdio em todo o mundo: o ato extremamente racista de alguns torcedores do Chelsea durante o retorno para a Inglaterra.

Publicidade
Publicidade

Nesta volta para Londres, um metrô de Paris estava lotado de torcedores do Chelsea. Em um determinado momento, um homem negro estava na plataforma do metrô e quis utilizar o transporte público. Havia espaço no metrô, mas parte da torcida não deixou o homem entrar no vagão apenas pelo fato dele ser negro. Para piorar a situação, além de empurrar o homem para fora várias vezes, até que ele desistisse de entrar, alguns torcedores do Chelsea gritaram em alto e bom som, como uma canção a seguinte frase: "We’re racist, we’re racist. That’s the way we like it” (Nós somos racistas, nós somos racistas. Este é o jeito que nós gostamos de ser).

O clube inglês se manifestou oficialmente sobre o acontecimento informando que irá tomar as providências cabíveis. De acordo com o Chelsea, esse comportamento racista de parte da torcida é abominável e não há lugar no futebol e na sociedade para isso.

Publicidade

Dessa forma, o clube vai apoiar as ações criminais que surgirem contra os envolvidos nesse caso. Além disso, comprovando que os torcedores envolvidos nesse ato de racismo tenham comprado o carnê de todos os jogos da temporada ou sejam sócios do Chelsea, eles podem ser expulsos do clube e dos jogos do time.

Em pleno século XXI, ainda existem pessoas racistas. Isso é algo que causa grande indignação em toda a sociedade. Não é a primeira vez que o racismo está presente no futebol. Até quando existirá racismo? Não existe diferença entre negros e brancos. # DigaNãoAoRacismo.