O treinador Levir Culpi do Clube Atlético Mineiro apostou no jogador Cárdenas no jogo de quarta-feira, 18, contra o Santa-Fé (Col.) pela Copa  Libertadores da América.  

Foi a primeira vez que o jogador atuou pelo Atlético em jogos da Libertadores e entrou como titular. Levir apostou em Cárdenas, pois além do jogador ser colombiano e jogar em casa, ele conhece bem o adversário. É muito técnico, diferenciado, experiente e atuou pelo clube do Atlético Nacional (Col.). 

Ele foi considerado uma peça chave no confronto e para Levir os seus passes são de excelente qualidade, além dele possuir o que chamam de ´último passe´. O treinador espera que nos próximos jogos ele utilize o que sabe fazer de melhor e ajude o Galo a ganhar o jogo, pois as próximas partidas serão difíceis. O Santa-Fé é o melhor time do grupo 1, joga bem e é o líder da chave com seis pontos e era considerado o favorito para o jogo de ontem.  

O Atlético não havia pontuado e nem realizado boas atuações e era o lanterna do grupo. Para se manter na competição era necessário que vencesse ontem e foi o que aconteceu. Com gol de Lucas Pratto, o Galo continua na disputa pelo título. 

Levir contou com os jogadores que se recuperaram de lesões: Lucas Pratto e Marcos Rocha, que também atuaram no último jogo contra o URT, pelo Campeonato Mineiro, na qual mostraram um bom desempenho e ótimo #Futebol. Na Colômbia, os destaques foram Pratto e o lateral Marcos Rocha, ambos estreantes na Libertadores. #Mídia

Ontem foi vencer ou vencer, e assim o jogo terminou em 1 a 0 para o Atlético. O técnico e a torcida acreditaram no potencial dos jogadores que entraram em campo na noite passada. O time desequilibrou o Santa-Fé e assim conseguiu a vitória. Todos ficaram na torcida, principalmente os torcedores alvinegros, que passaram por mais um teste cardíaco. A torcida sem dúvida estava acreditando na vitória do time mineiro e viu um time com garra, raça e determinação. Para os atleticanos não há vitória sem sofrimento, faz parte da história do clube.