As equipes brasileiras vem oscilando muito na Taça Libertadores da América 2015. #Corinthians, e Internacional devem se classificar sem muitos problemas. Atlético-MG, #Cruzeiro e São Paulo tendem a encontrar maiores dificuldades.

O galo mineiro fez duas partidas nesta edição da Libertadores, perdeu no chile por 2x0 para o Colo-Colo e em casa por 1x0 para o Atlás-MEX. No dia 18 de março irá até a Colômbia enfrentar o líder do grupo 1, o Santa Fé, que tem seis pontos. No caso de uma derrota mineira, os colombianos irão a nove pontos, obrigando o Atlético a vencer seus outros três jogos para sonhar com a classificação. As outras duas equipes do grupo já fizeram três jogos.

Publicidade
Publicidade

O Cruzeiro perdeu seus dois melhores jogadores, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart. Em dois jogos não conseguiu ainda fazer gols. O empate contra o Huracâm mostrou que sozinho o uruguaio Arrascaeta não dá a verticalização necessária para fluir o jogo cruzeirense. Porém, a classificação ainda depende apenas de seus próprios esforços, mas para buscar o título terá que melhorar ou mesmo se reforçar.

O Internacional em três jogos soma seis pontos. Venceu seus dois jogos em casa, porém, para não ter sustos precisará de pelo menos um bom resultado fora de casa. No dia 18 de março o time viaja até o Equador para enfrentar o Emelec. Um empate poderá ser visto com bons olhos, já que a partida é considerada mais dura do que a da estreia, quando o colorado foi derrotado por 3x1 para o The Strongest da Bolívia.

Publicidade

O time do meio para frente é ótimo, mas a defesa ainda não se encaixou e deve dar trabalho para o técnico Aguirre.

O São Paulo depois de estrear perdendo para o Corinthians, goleou por 4x0 o time considerado mais fraco do grupo da morte (grupo 2), o Danubio-URU. O tricolor perdeu Kaká em relação ao time que foi vice-campeão Brasileiro, mas ainda segue forte. Agora terá dois jogos contra os atuais campeões da Libertadores, San Lorenzo, (primeiro no Morumbi e depois na Argentina). As partidas servirão para mostrar se o São Paulo terá forças para buscar o Tetra-Campeonato da competição.

A equipe que menos perdeu peças e se reforçou em relação ao ano passado foi o Corinthians. De fato, perdeu apenas o uruguaio Lodeiro, que ficou seis meses passeando pela noite paulistana. O time teve os reforços de Christian e recentemente de Vagner Love. Com duas vitórias no grupo 2, o timão terá a chance de deslanchar no grupo, pois, enfrentará o Danúbio duas vezes (primeiro no Uruguai e depois em São Paulo). Um empate e uma vitória deixará o Corinthians em situação relaxada no grupo e verá de camarote São Paulo e San Lorenzo lutando pela outra vaga.