Começou no sábado (14) a décima rodada do Paulistão 2015. #Corinthians tropeça em Itaquera, Portuguesa perde em Barueri,  Palmeiras, São Paulo e Santos vencem.

O Corinthians recebeu o Red Bull em Itaquera. Mesmo iniciando o jogo com força máxima, o 'timão' não conseguiu furar a retranca de uma das piores equipes do Paulistão 2015. Mesmo sufocando o adversário, o Corinthians pouco criou e a melhor chance para marcar saiu no segundo tempo com chute cruzado de Vagner Love, que, de novo, mostrou disposição e brevemente Tite terá dor de cabeça para montar o ataque corintiano. No fim, 0x0.

Ainda no sábado, o Santos foi até Marília enfrentar o pior time do campeonato e, mesmo jogando com o time formado por reservas, mandou no jogo do começo ao fim.

Publicidade
Publicidade

Tiago Ribeiro, após falha bisonha do goleiro, marcou o primeiro, aos 31 minutos de jogo. Aos 18 do segundo tempo, foi a vez de Marquinhos Gabriel. O Marília conseguiu seu gol em chute de fora da área de Bruno Farias. Depois só deu peixe, Tiago Ribeiro e Gabriel definiram o 4x1 e classificação encaminhada para as quartas-de-final.

O Linense venceu o Bragantino por 1x0. Finalizando o sábado, a Portuguesa recebeu o Capivariano em Barueri na Grande São Paulo. Com apenas 234 testemunhas, a Lusa decepcionou de novo e vai deixando a vaga para as quartas-de-final mais longe do Canindé. Vinícius fez o primeiro para o Capivariano. Ortigoza empatou para a Lusa, mas no fim do jogo, após cruzamento para a área da Lusa, Rafael Santos saiu mal do gol, trombou com seu próprio zagueiro e Rodolfo, livre, definiu: 2x1 para o Capivariano.

Publicidade

No domingo (15), o São Bernardo perdeu em casa por 1x0 para o Rio Claro e continua "lutando" para disputar de novo a Série A-2 do Paulista. O Audax foi até Itu e venceu o Ituano por 2x1.

O Palmeiras recebeu o XV de Piracicaba. Em virtude das manifestações na capital paulista, a partida teve seu inicio às 11 da manhã. O 'verdão' pressionou de todo jeito, mas a equipe do XV, treinada por Toninho Cecílio, foi valente em sua proposta e conseguiu segurar o 0x0 até os 38 do segundo tempo, quando Gabriel, enfim, marcou o gol do Palmeiras.

Em Campinas, o São Paulo enfrentou a boa equipe da Ponte Preta e, de virada, conseguiu importante vitória. Roni abriu o placar para a Ponte, mas Paulo Miranda e Alan Kardec viraram para o tricolor.  #Futebol