Em jogo válido pelo Campeonato Paulista 2015, nesta quarta-feira (25), São Paulo é prejudicado pela arbitragem logo no início da partida, e perde por 3 a 0 para o time do Palmeiras no Allianz Parque.

O Jogo

Com a força da sua torcida no Allianz Parque, o Palmeiras começou o primeiro tempo pressionando o São Paulo no ataque. Aos 3 minutos do início do jogo, o tricolor paulista tocava bola na sua área de defesa, quando o defensor atrasou a bola para o capitão Rogério Ceni, que pressionado pelo palmeiras, foi obrigado a dar um 'chutão' para frente. Mas o capitão tricolor pegou mal na bola, e ela sobrou para o atacante palmeirense Robinho, que num chute de ‘rara’ felicidade de longa distância, encobriu o arqueiro do São Paulo, marcando o primeiro gol dos palmeirenses.

Publicidade
Publicidade

Polêmica

Aos 8 minutos do primeiro tempo aconteceu o lance que mudou os rumos da partida. O meia do Palmeiras Dudu, deu uma cotovelada no zagueiro do São Paulo Rafael Toloi, que indignado com a ação do palmeirense revidou dando uma rasteira no mesmo. Os dois jogadores deveriam ser expulsos da partida, mas a arbitragem somente expulsou o zagueiro tricolor, prejudicando muito o time do Morumbi no restante da partida.

Com um jogador a menos o São Paulo sofreu seu segundo gol. Aos 23 minutos do primeiro tempo, o mesmo Dudu que era para ser expulso da partida, fez uma bela jogada pela direita e cruzou para Rafael Marques na grande área, que só teve o trabalho de ajeitar e marcar o segundo gol para o Palmeiras. O time do Allianz Parque continuou pressionando o tricolor paulista até os 35 da primeira etapa, onde o São Paulo equilibrou o jogo com seu consagrado toque de bola, esfriando o ritmo do ataque alviverde até o final do primeiro tempo.

Publicidade

Final da primeira etapa, São Paulo 0, Palmeiras 2.

O segundo tempo começou ‘morno’, com as duas equipes brigando pela posse de bola no meio de campo. Mas num lance isolado, aos 6 minutos da etapa final, o experiente Zé Roberto fez lindo cruzamento na grande área para Rafael Marques, que bateu de primeira e marcou o segundo dele na partida, e o terceiro do Palmeiras. A partir daí o jogo voltou a ficar ‘morno’, com muitas faltas e jogo no meio de campo, mas com os palmeirenses aparecendo com mais perigo ao ataque.

Aos 33 da etapa final, mais uma baixa no time tricolor. O juiz pegou um carinho violento de Michel Bastos no meia palmeirense Arouca, e foi expulso corretamente. Com dois jogadores a menos, o São Paulo se defendeu como pôde dos ataques dos palmeirenses. Final de jogo, São Paulo 0, Palmeiras 3.

No final do jogo, o capitão do São Paulo, Rogério Ceni, lamentou a expulsão do zagueiro tricolor logo no início da partida, fato que mudou a história do jogo. O São Paulo volta a campo pelo Paulistão no próximo domingo (29), contra o Linense, no Morumbi, às 16h. Já a equipe do Palmeiras joga fora de casa no mesmo dia, só que às 18h:30, contra o RB Brasil. #Entretenimento #Futebol