Numa das melhores partidas de #Futebol dos últimos tempos, o Real Madrid perdeu, por 4 a 3, para o Schalke 04 na quarta-feira (10), em pleno Santiago Bernabeu, pela Champions League (Liga dos Campeões). Mesmo com a derrota, o Real Madrid conseguiu a classificação, pois havia vencido na Alemanha por 2 a 0.

Surpreendeu

O técnico Roberto Di Matteo, do Schalke, precisava da vitória, pois tinha perdido em seu estádio por 2 a 0 e surpreendeu a todos escalando a equipe no 3-5-2, sacando o atacante Uchida para colocar o zagueiro Höger. Com isso, os dois laterais tiveram muita liberdade e infernizaram a zaga espanhola, principalmente pelo lado esquerdo, com o melhor jogador da partida, Fuchs.

Publicidade
Publicidade

O Real Madrid não acertava sua marcação e não conseguia acompanhar os alas do time alemão, que tinham muita liberdade para criar. O zagueiro Sérgio Ramos fazia muita falta e o seu substituo, Varane, teve uma péssima noite, falhando em 3 gols alemães e inseguro em toda a partida.

Domínio alemão

Quem acompanhou o início do jogo tinha a impressão de que o Schalke jogava em casa, tamanha a superioridade da equipe. O Real era pressionado em seu campo de defesa e não conseguia fazer a sua tradicional ligação rápida com os seus 3 atacantes, Benzama, Bale e Cristiano Ronaldo, que pouco participavam da partida.

A pressão deu resultado e o Schalke conseguiu abrir o placar com Fuchs, após boa jogada coletiva, que teve a participação de Huntelaar e Meyer. Depois do gol, o Schalke continuou melhor na partida, o Real Madrid permanecia perdido e não conseguia tocar a bola.

Publicidade

Com isso, o Schalke teve duas chances de fazer dois a zero e complicar o jogo, mas Casillas evitou o pior.

Cristiano salvador 

Quem apareceu para livrar a cara do time espanhol foi ele, sempre ele, o melhor do mundo, Cristiano Ronaldo, que marcou de cabeça, após cobrança de escanteio de Islo, para aliviar a pressão que a equipe sentia.

O Schalke não sentiu o gol, continuou pressionando e conseguiu marcar o segundo com Huntelaar, aproveitando falha de Casillas, que não conseguiu segurar chute fraco de Fuchs, bateu roupa e deixou a bola livre para o atacante alemão completar. Quando o jogo podia se complicar, Cristiano Ronaldo apareceu novamente, marcou de cabeça e aliviou a tensão, já que a torcida começava a vaiar o time.

Emoção até o final

O segundo tempo começou como o primeiro, com o Real Madrid perdido e o Schalke pressionando, a diferença foi que o Schalke não conseguiu marcar e o Real aproveitou a única chance que teve para fazer 3 a 2. A equipe espanhola conseguiu melhorar com a vantagem no placar, tinha mais liberdade para tocar a bola e o controle do jogo, já que o Schalke pouco incomodava.

Publicidade

Quando se pensava que a partida estava definida, o Schalke conseguiu mais uma vez surpreender. Arrumou o empate num belíssimo chute de fora da área e pressionou o Real pela virada, com isso o Schalke precisava de mais dois gols para obter a classificação.

O time alemão conseguiu ainda fazer 4 a 3, com Huntelaar, venceu a partida, mas não conseguiu a vaga. O Real aguentou a pressão e avançou para as quartas de final. Resta para o Schalke a motivação de ter feito uma grande partida e buscar a melhora no Campeonato Alemão, no qual está apenas na quinta colocação.