Na abertura da terceira rodada do grupo 1 da Libertadores 2015, o Coco-Colo do Chile conseguiu uma importante vitória sobre o mexicano Atlas. O resultado não foi bom para o Atlético Mineiro, integrante do grupo, que ainda não venceu na competição. O clube brasileiro está na lanterna, ainda sem pontuar no campeonato, e ver, a cada rodada, seus adversários dispararem na liderança.

O jogo

O Atlas começou bem a partida, pressionando o Coco-Colo, que não conseguia sair do campo de defesa, mesmo jogando em casa. O brasileiro Keno, que jogava pela ponta direita, dava muito trabalho para os defensores chilenos, criando duas grandes oportunidades.

Publicidade
Publicidade

Na primeira, ele cortou o zagueiro Vilches e chutou rente a trave. Já na segunda, ele carregou a bola desde do meio-campo e bateu forte para grande defesa do goleiro Villar.

Quem também fazia uma boa apresentação era o meia Luis Caballero, que junto com Keno conseguia criar as melhores oportunidades para a equipe mexicana. O Colo-Colo não se encontrava, pouco criava e fazia sua torcida sofrer. Nem parecia a equipe que conseguiu vencer com facilidade o Atlético Mineiro por 2x0, na primeira rodada do grupo.

Grande segundo tempo

A atitude do time chileno mudou no segundo tempo. Com mais movimentação do atacante Esteban Paredes e grande participação do veterano Suazo, o time passou a dominar o jogo. O Atlas já não conseguia efetuar a sua marcação por pressão e não criava oportunidades.

Publicidade

O primeiro gol saiu numa jogada muito bem efetuada entre os três melhores jogadores da partida. Humberto Suazo tocou para Paredes, que ajeitou para Jaime Valdésm, que sofreu o pênalti no momento que iria fazer o gol. Depois de abrir o placar, o Colo-Colo passou a dominar e definiu o jogo com outro gol de Paredes. O paraguaio recebeu na cara do gol e tocou na saída do goleiro.

Noite boa para os brasileiros

Além de Atlas x Coco-Colo, a Libertadores teve mais dois jogos nessa noite e com ótimos resultados para as equipes brasileiras. O Internacional, jogando em casa, conseguiu na base da garra uma grande vitória sobre o equatoriano Emelac, então líder do grupo. Com gols de Nilmar, Alex e Revér, a equipe brasileira obteve um importante triunfo por 3x2.

Quem também venceu foi o Corinthians, que foi a Argentina e bateu o San Lorenzo por 1x0. Agora o timão lidera o grupo com 6 pontos, San Lorenzo e São Paulo dividem a segunda colocação com 3 e o Danúbio é o lanterna com zero. #Futebol