Em jogo pela Copa Libertadores 2015, nesta quarta-feira (18), contra o San Lorenzo, São Paulo marca nos últimos minutos e se aproxima da vaga para a próxima fase da competição continental. Time do Morumbi dominou o jogo, teve gol legal anulado, mas saiu com os 3 pontos.

O jogo

O São Paulo começou o primeiro tempo embalado pela torcida, logo no primeiro minuto do jogo teve uma grande chance com Michel Bastos, que cabeceou para o gol, e acertou a trave depois de um cruzamento do atacante Luis Fabiano. O time tomou conta da partida nos primeiros minutos do jogo, trocando passes em busca de espaços para chutar para o gol.

Publicidade
Publicidade

Mas aos 10 minutos, o ritmo do time diminuiu, e passou a credenciar o jogo com muitas trocas de passes no meio de campo. Em contra-ataque o time do San Lorenzo assustou aos 14 minutos, Kalinski chutou de fora da área, mas Rogério Ceni defendeu.

Aos 17 minutos do primeiro tempo São Paulo perdeu Alexandre Pato, o jogador pisou num buraco no gramado do Morumbi e torceu o tornozelo. Centurión entrou no lugar de Pato.

Aos 21 minutos, o São Paulo voltou a pressionar os argentinos, mas dando espaço para os contra-ataques do San Lorenzo. O "time do Papa" assustou o tricolor numa cobrança de escanteio aos 25, em que Caruzzo cabeceou e a bola passou perto do arqueiro do tricolor. O São Paulo sofreu no primeiro tempo com a falta de criatividade quando estava com a bola, mesmo com maior posse de bola e dominando o jogo, o time teve enorme dificuldade em levar perigo ao San Lorenzo no primeiro tempo.

Publicidade

Fim da primeira etapa, 0 a 0.

O segundo tempo começou como o primeiro, com o time do Morumbi pressionando os argentinos. Carlinhos e Michel Bastos tentaram chutes de fora da área, mas com o goleiro Torrico, do San Lorenzo, defendendo com facilidade. Os argentinos continuaram assustando nos contra-ataques, porém sem muita criatividade.

Aos 15 minutos do segundo tempo, o São Paulo acertou a trave novamente, o argentino Centurión cobrou escanteio pela direita, e Luis Fabiano cabeceou mandando a bola na parte de baixo da trave do arqueiro do San Lorenzo. São Paulo acertou o gol aos 16 da etapa final. Luis Fabiano recebeu na área e chutou cruzado, a bola iria sair para a linha de fundo, mas Centurión em posição legal empurrou a bola para as redes, porém o juiz marcou impedimento.

O São Paulo teve muitas dificuldades em furar o bloqueio dos argentinos, e a partida começou a ficar perigosa para o tricolor, faltando 15 minutos para o final do jogo. Aos 35, o San Lorenzo teve uma grande oportunidade.

Publicidade

Barrientos recebeu bom passe na grande área e chutou colocado, mas Rogério Ceni salvou o tricolor de levar o gol dos argentinos.

Tudo se encaminhava para o empate sem gols no Morumbi, quando aos 44 minutos do segundo tempo brilhou a estrela de Michel Bastos. O meio-campista do tricolor aproveitou um cruzamento do lateral Carlinhos, e apareceu de surpresa na área para cabecear para o fundo do gol, de 'peixinho', marcando o único gol do jogo. Final no Morumbi, São Paulo 1, San Lorenzo 0.

No final do jogo o elenco do São Paulo permaneceu no gramado e agradeceu a torcida pelo apoio ao time. Michel Bastos ficou muito emocionado com o gol e falou que o time mostrou garra e força em um jogo decisivo. Já o ídolo Rogério Ceni enalteceu a dedicação de todos os jogadores e a presença da torcida do tricolor. O capitão ainda falou da importância do time não se intimidar com os argentinos que tiveram boas chances de decidirem o jogo, e falou que esse foi o primeiro passo para quem quer uma vaga num grupo que tem o maior rival Corinthians como líder isolado.

O São Paulo volta a campo no dia 1° de abril pela 'Copa Libertadores', contra o mesmo San Lorenzo, mas agora na capital argentina, Buenos Aires, no estádio Nuevo Gasometro. #Entretenimento #Futebol