O #Corinthians passa por uma grave crise financeira e vê seus débitos aumentarem a cada dia. Na lista de credores do "Timão", estão alguns jogadores do atual elenco e também o técnico Tite. Dentre as dívidas, estão os direitos de imagem e premiações por conquistas. As principais pendências são com os jogadores: Guerrero, Emerson Sheik, Renato Augusto, Ralf, Elias, Jadson e Danilo, além de Alexandre Pato, atualmente emprestado ao São Paulo.

A situação de Guerrero é ainda mais complicada. Ele possui vínculo com o clube até o dia 15 de julho e seu empresário pede cerca de R$ 18 milhões de luvas para renovar. Para piorar a situação, o empresário quer o pagamento à vista.

Publicidade
Publicidade

O clube alega não ter condições de arcar com o pagamento e busca negociar os valores.

O Corinthians estuda fazer um empréstimo bancário e por isso negocia com algumas instituições financeiras. No entanto, essa não é a opção preferida pelo clube. O presidente Roberto de Andrade mencionou que a situação financeira do "Timão" é tão delicada que ele não sabe se o clube poderá arcar com futuras parcelas originadas de um empréstimo bancário.

Antes de efetivar o empréstimo, o clube busca patrocínios e parcerias comerciais. O Corinthians estuda comercializar as mangas e os ombros de sua camisa e também deseja utilizar os espaços de sua arena e do CT Joaquim Grava para arrecadar mais receitas.

A dívida atual do clube gira em torno de R$ 300 milhões e o departamento financeiro, juntamente com o marketing, está se organizando para quitar, a curto e médio prazo, grande parte de seus débitos.

Publicidade

Outro problema é o fato que as rendas dos jogos em sua arena não estão sendo direcionadas 100% para o clube, a maior parte vai para um fundo que administra o pagamento das parcelas de quitação do estádio.

O Corinthians possui uma marca muito forte e havendo um trabalho profissional de exploração dessa imagem, é capaz de conseguir receitas consideráveis para sua manutenção, no que diz respeito à sua saúde financeira. Outro fator importante é a exploração de seu estádio, que foi palco de seis partidas na Copa do Mundo de 2014, e que é um equipamento de primeiro mundo. #Futebol