Tudo que envolve o nome do chileno Valdívia, no Palmeiras, é um campo fértil para o surgimento de polêmicas. A mais recente delas diz respeito ao processo de renovação contratual do jogador, que já está virando novela.

A terça-feira foi marcada por uma troca de declarações entre o Alexandre Mattos, diretor executivo do clube, e Valdívia, que acabaram criando um clima de tensão no ar. De parte do diretor foi dito que nenhum jogador era maior que o clube e a renovação seria tratada com cautela, antes de qualquer coisa querem ver o chileno em ação novamente. O Mago por sua vez criticou as especulações que a imprensa cria sobre seu salário/contrato e deixou claro que nunca forçou nenhuma situação para ter privilégios.

Publicidade
Publicidade

Valdívia, como usual, adotou uma postura bastante sincera nas suas declarações e inclusive pediu desculpas caso Alexandre Mattos tenha se sentido desrespeitado. O que se sabe é que na tarde dessa terça-feira aconteceu o primeiro encontro para tratar da renovação e até o final da semana as partes devem se encontrar novamente.

Polêmicas à parte, é preciso que o torcedor faça uma análise bem imparcial sobre o caso do chileno para concluir se vale a pena mantê-lo no clube ou não. Confira os prós e contras.

Prós:

- No ano passado Valdívia foi figura chave do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, ajudando o clube a não ser rebaixado pela terceira vez. Demonstrou comprometimento, superação e boa qualidade técnica, mesmo com a parte física abaixo.

- Valdívia está diretamente ligado com os últimos dois títulos importantes da história do Palmeiras: o Paulistão de 2008 e a Copa do Brasil de 2012.

Publicidade

Nas duas competições o chileno teve desempenho destacado e liderou o alviverde nos momentos mais complicados.

- O Palmeiras não montou grandes elencos nos últimos anos, mesmo assim Valdivia conseguiu se destacar quando estava em campo, sendo a principal referência ofensiva da equipe. No plano da suposição, seria uma pena não poder ver o Mago em campo esse ano que o elenco foi reformulado e está bem qualificado.

Contras:

- Existe apenas um ponto negativo que vem manchando a carreira de Valdivia nos últimos anos: as lesões. Falar sobre esse assunto é como chover no molhado, mas ainda assim se faz necessário. Desde que o chileno retornou do #Futebol árabe ele não conseguiu emplacar uma sequência positiva, o investimento feito para sua contratação e pagamento de ordenados não chegou nem próximo de valer a pena. No fim tudo se resume ao custo benefício: com o atual valor de salário, especula-se na casa de 500 mil reais por mês, e as recorrentes idas ao departamento médico, a continuação de Valdívia não é um bom negócio.