Quarta (18), três equipes brasileiras entraram em campo pela Libertadores 2015. No Morumbi o São Paulo venceu o San Lorenzo. Na Colômbia o Atlético-MG venceu o Santa Fé e o Inter empatou com o Emelec no Equador.

No Morumbi com público de quase 30.000 pessoas o São Paulo teve um bom inicio de jogo e dava mostras de que encurralaria o San Lorenzo, porém Muricy em tese armou a equipe para procurar o jogo pelas pontas, o que não aconteceu. Tanto Ganso e Michael Bastos teimavam em centralizar as jogadas ofensivas do tricolor paulista. O San Lorenzo começou a aproveitar o ímpeto desordenado do São Paulo para começar a colocar a bola no chão e fazer seu jogo.

Publicidade
Publicidade

Aos 40 minutos Blanco de cabeça acertou a trave de Rogério Ceni e fez a torcida tricolor vaiar a equipe no intervalo.

No segundo tempo o São Paulo voltou com os mesmos defeitos, mas aos 16 minutos, Luiz Fabiano tocou para Centurion que fez o gol mas erroneamente,anulado pelo árbitro, que viu impedimento no lance. Mas de tanto insistir nos cruzamentos Carlinhos cruzou para Michael Bastos marcar o gol da vitória do São Paulo. Resultado que leva o Tricolor para segundo lugar no grupo da morte e com um empate diante do mesmo San Lorenzo, na Argentina, que dia 1 de abril pode encaminhar sua classificação para as oitavas.

Na Colômbia, o Atlético enfrentou a boa equipe do Santa Fé, que se surpreendeu com a postura da equipe mineira, o Atlético-Mg começou adiantando sua marcação e não deixou o Santa Fé pressionar apesar do equilíbrio entre as duas equipes.

Publicidade

A equipe colombiana abusava dos chutes de longe mas sem perigo para o ótimo goleiro Victor.

No segundo tempo o Atlético quase marcou no inicio com Luan, e Morelo quase para o Santa Fé, mesmo pressionado o Atlético-MG chegou aos seu gol aos 13 minutos após cobrança de escanteio de Cardenas brilhou a estrela de Lucas Pratto-1x0 Galo no placar. O Santa Fé buscou o empate sem nenhum resultado com a vitória o Atlético-MG embola o grupo 1 e depende de suas forças para se classificar.

Em Guayaquil no Equador, O Inter fez aquilo que seu técnico Diego Aguirre queria ao montar o time com três zagueiros e seis no meio de campo, o empate por 1x1 deixou a comissão técnica satisfeita apesar do Inter ter #Futebol e elenco para fazer mais. Mena após falha na linha do impedimento da zaga gaúcha fez 1x0 Emelec, porem Vitinho no segundo tempo empatou para o Inter.