O brasileiro Thomaz Bellucci pegou o ritmo e voltou a vencer no Masters 1000 de Miami após uma sequência de 8 derrotas na carreira. Na noite de ontem (28), o adversário foi o uruguaio Pablo Cuevas, número 21 do ranking. Em uma partida mais disputada no último set, o brasileiro conquistou a vitória por 2 sets a 1 e avança para a terceira fase do torneio.

Com 22 erros não forçados, Bellucci deu espaço para que Pablo Cuevas fizesse 6 games a 2 no primeiro set. Pelos primeiros minutos de jogo, tudo parecia perdido para o brasileiro. Tanto que no início do segundo set, Bellucci caiu em quadra sentindo dores na coxa. Mas, após o atendimento médico, Bellucci melhorou na partida e devolveu a parcial de 6/2 no segundo set.

Durante todo o jogo, o paulista parecia estar jogando em 'casa', devido ao alto número de brasileiros na quadra, que vibravam e gritavam com cada ponto do brasileiro. No entanto, no terceiro set, tanto o brasileiro quanto a torcida, se sobressaíram. A parte final do jogo foi marcada pelo equilíbrio, onde Bellucci e Cuevas chegaram a empatar em 5/5. A quebra do brasileiro veio apenas no décimo primeiro game do set. Para fechar o jogo, Bellucci apenas confirmou o saque e fechou o jogo com uma parcial de 7/5.

Este foi o terceiro encontro entre o brasileiro, número 81 do mundo e o uruguaio. Com a vitória de Thomaz Bellucci, o placar deste confronto pessoal fica 2 a 1 para Pablo Cuevas. Com a vitória, o brasileiro chega a 5 vitórias na temporada, tentando se recuperar da sequência de oito derrotas consecutivas.

Após 2h37 de jogo, Bellucci disse que começou jogando mal, mas que conseguiu se superar e impor o ritmo de jogo que queria. Agora, o brasileiro enfrenta na terceira rodada o ucraniano Alexandr Dolgopolov, número 65 do mundo. A partida está marcada para amanhã (30), mas ainda sem horário definido.

Hoje (29), o brasileiro volta à quadra para disputar o torneio de duplas, junto com João Souza, o Feijão, tenista brasileiro mais bem colocado no ranking da ATP. O jogo é contra os espanhóis Marcel Granollers e Marc Lopez. A partida não começa antes das 16 h, no horário de Brasília. 

#Tênis