Tombo na quadra, torção de tornozelo, discussão com o adversário e erro da arbitragem. Em 2h37min de partida, com uma série de componentes que deram um molho especial ao jogo, Thomaz Bellucci voltou a vencer no Masters 1000 de Miami. Dessa vez, sobrou para o uruguaio Pablo Cuevas, 21° tenista do mundo, que, visivelmente irritado, não suportou o jogo agressivo do brasileiro, que fechou em três sets com parciais de 2/6 6/2 7/5.

É a primeira vez no ano que Bellucci vence de virada uma partida. E, neste sábado (28), Bellucci, saiu, literalmente, de um buraco. O primeiro set foi todo de Cuevas. O uruguaio, que desde o ano passado vem apresentando uma grandiosa melhora em seu jogo, dominou do início ao fim da parcial, com bolas rápidas e arrasadoras, sobretudo através de sua esquerda batida com apenas uma mão na raquete.

Publicidade
Publicidade

Logo no segundo game da partida, quebrou o serviço do brasileiro e, sem dificuldades, controlou o jogo até fechar em 6/2.

O princípio do segundo set mudou completamente a história do jogo. No primeiro game, Cuevas sacou bem, manteve a habitual solidez e fez 1/0. Mas, em um de seus infernais saques abertos, o uruguaio obrigou Bellucci a deslocar-se rapidamente à direita, numa fração de segundo que o levou ao solo após uma aparente grave torção de tornozelo. O árbitro de cadeira da partida, Cedric Mourier, de imediato pediu a presença do fisioterapeuta do torneio, que massageou a parte de trás da coxa direita do brasileiro.

Passado o susto, Thomaz optou por tentar seguir na partida. Entretanto, aparentava visíveis dificuldades no game seguinte, levando a mão à parte dolorida tão logo encerravam-se os pontos.

Publicidade

Entre um deles, Bellucci foi em direção ao supervisor da ATP e conversou demoradamente, irritando profundamente Cuevas, que na virada de lado discutiu com o brasileiro e tirou satisfações com veemência. Essa sucessão de episódios fez bem ao paulista do Tietê e tirou o uruguaio do jogo. Sem demonstrar dor, Bellucci passou a comandar a partida e castigar com seus winners de forehand. Dessa forma, fechou sem maiores dificuldades o segundo set devolvendo o placar de 6/2.

No terceiro e decisivo set, muito equilíbrio. Confirmações de saque em ambos os lados deram a tônica da parcial, modificada apenas do décimo primeiro game, quando Bellucci valeu-se de um erro não-forçado de Cuevas para chegar a 6/5 e sacar para o jogo no game seguinte. Sacando em 40-30, Thomaz abriu o serviço na esquerda do uruguaio, que não pôs em quadra: vitória do brasileiro, 2/6 6/2 7/5. Na terceira rodada, Bellucci encara o ucraniano Alex Dolgopolov, em jogo que deverá ocorrer na próxima segunda-feira. 

Assim como no seu jogo de estreia contra o australiano Lleyton Hewitt, Bellucci teve imensa torcida dos brasileiros presentes nas arquibancadas em Miami.

Publicidade

Participativos, os torcedores apoiaram do início ao fim o tenista de São Paulo, sem perder o bom humor ao gritarem "volta, Guga" no intervalo do primeiro set. Sobrou também para a presidenta brasileira #Dilma Rousseff. Por vários momentos escutou-se os já habituais "Fora Dilma!". 

O canal pago SporTV, detentor dos direitos de transmissão da série Masters 1000, optou por não mostrar o jogo ao vivo em nenhum dos seus três canais, o que gerou uma onda de insatisfação entre os amantes de #Tênis aqui no Brasil, que inundaram de críticas o Twitter e o Facebook.