Recém empossado como novo presidente da Confederação Brasileira de #Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero aos poucos vai colocando a mão na massa e impondo algumas de suas ideias para a continuidade do futebol brasileiro. A primeira delas visa estancar uma das principais reclamações de jogadores, clubes e torcida, que já duram anos, que são os jogos marcados para às 22h no meio da semana.

As partidas nesse horário sempre atenderam uma necessidade da Rede Globo, que tem muita tradição na exibição de novelas no horário das 21h.

Ao contrário do que muitos pensam, segundo Del Nero, a emissora carioca nunca fez exigências para a manutenção das partidas iniciadas nesse horário e, por isso, as conversas podem ocorrer de forma objetiva e pontual.

Publicidade
Publicidade

Uma negociação entre CBF e Rede Globo deve ser feita já nos próximos dias, uma vez que os estaduais se aproximam do final e o brasileirão começa ainda em maio.

Um dos lideres do Bom Senso FC, órgão criado para defender os interesses da classe dos atletas do futebol, o ex-meia Alex, de passagens por Palmeiras, Cruzeiro e Coritiba, certa vez em entrevista brincou com a situação. "Eu costumo dizer aqui para a galera do Coritiba que na quarta a gente só entra em campo depois do último beijo da novela. Para mim, que jogo, passo o dia no hotel, vou para o estádio e depois volto com segurança, beleza. Mas para o torcedor que sai meia-noite do estádio e no outro dia acorda às 7h para trabalhar é complicado", disse na época em que ainda defendia o clube paranaense.

O novo mandatário do futebol brasileiro baseia-se em pesquisas e levantamentos para agilizar a mudança.

Publicidade

"Antigamente, o horário de 22h era o melhor para a torcida, tínhamos estatísticas que comprovavam isso. Mas hoje mudou. Não é mais o melhor. Vamos conversar com a Globo e debater esse problema. Quero um horário que agrade o torcedor. Das 21h30, por exemplo, acho que já seria uma melhora", frisou Del Nero.

Jogos na manhã de domingo, que aconteceram em alguns duelos pelo campeonato paulista desse ano, como nas quartas de final entre Palmeiras e Botafogo, agradaram à CBF e também podem ser repetidos em competições futuras. #Entretenimento #Televisão