Já faz quase um ano que a Copa do Mundo de #Futebol passou pelo território brasileiro deixando boas lembranças para alguns e traumas para outros. Mas o assunto ainda está entre os preferidos quando se fala em investigação de irregularidades envolvendo dinheiro. Este é o caso da empresa alemã Bilfinger, que presta serviços de engenharia, que está realizando uma investigação para saber se empregados de uma terceirizada, Mauell, pagaram propina para servidores públicos brasileiros a fim de obter alguns pedidos relacionados à Copa do Mundo.

Segundo comunicado oficial da Bilfinger, divulgado em 22 de março desse ano, a investigação começou no ano passado, acerca de um montante de contratos que se aproximam de seis milhões de euros (quase vinte milhões de reais).

Publicidade
Publicidade

Os referidos contratos visavam equipar "centros de segurança" em várias cidades e capitais brasileiras, só não se sabe em troca de que, ou pelo menos, ainda não é o momento para a Bilfinger divulgar essas informações.

A investigação é realizada em conjunto com auditores da Ernst & Young e de uma grande empresa de advocacia brasileira. Juntos, pretendem esclarecer se de fato houveram as propinas pagas por empregados da Mauell a servidores do setor público brasileiro, incluindo companhias estatais. A Bilfinger deixou claro que se for confirmada a suspeita de propina, a mesma acionará a #Justiça alemã para resolver a situação.

Em sua defesa, um porta voz da Mauell declarou que não fez negócios com a Fifa, mas também não comentou o valor de milhões de euros divulgado pelo jornal alemão Bild am Sonntag.

Publicidade

Foi o fato dessa divulgação vazar na mídia que fez com que a Bilfinger emitisse um comunicado oficial acerca do assunto.

Vale salientar que o grande campeão da Copa do Mundo de 2014, foi justamente a seleção alemã, que a princípio, não era considerada uma das favoritas, apenas umas das equipes que dariam trabalho as demais equipes consideradas "preparadas", mas que nas quartas de final tornou-se a mais temida seleção das últimas copas.