O treino classificatório do GP da #China, de Fórmula 1, que aconteceu na madrugada de hoje (11), serviu para mostrar a supremacia da equipe Mercedes e a superioridade na temporada de Lewis Hamilton. Nos três grid classificatórios até aqui, o inglês ficou em primeiro. Os brasileiros conseguiram bons resultados, ficando entre os 10 primeiros, com destaque para Felipe Nasr, que teoricamente tem um carro menos potente.

A etapa de classificação para o GP começou mostrando que uma das equipes mais tradicionais da categoria está passando por dificuldades. A McLaren, que tem na equipe os campeões mundiais Fernando Alonso e Jenson Button, acabou sendo eliminada ainda no Q1, a primeira parte da prova. Button ficou com a 17ª colocação e Alonso, apenas 4 centésimos mais lento, ficou em 18°.

No Q2, foi quando as surpresas do treino classificatório começaram a surgir. Os dois pilotos da Sauber, Felipe Nasr e Marcus Ericsson, conseguiram se classificar para a parte final da prova de classificação. Assim, pela primeira vez desde 2012, no GP da Hungria, o Brasil teve dois representantes no Q3, a parte do treino que define quem vão os 10 primeiros colocados do Grid, pois Felipe Massa também se classificou.

A parte final do treino não guardou lugar para surpresas nas primeiras posições. Lewis Hamilton, da Mercedes, confirmou o favoritismo, ficando em primeiro no grid de largada. Acompanhando de perto o inglês, está o alemão Nico Rosberg, também da Mercedes. Em terceiro, tentando surpreender novamente na corrida, está Sebastian Vettel, o alemão voador da Ferrari.

O brasileiro Felipe Massa conseguiu ficar com a quarta colocação, podendo brigar pelo pódio na corrida de amanhã. Em quinto, está o companheiro de Massa na Williams, Valtteri Bottas. Em sexto larga Kimi Raikkonen, da Ferrari. A sétima posição ficou com Daniel Ricciardo, da Red Bull, seguido por Romain Grosjean, da Lotus. O brasileiro Felipe Nasr, surpresa na segunda parte dos treinos, ficou em nono. Marcus Ericsson, também da Sauber, fecha o grid de largada dos 10 primeiros colocados.

O GP da China acontece na madrugada de amanhã (12), a partir das 3h, no horário de Brasília.

#Automobilismo