Nesta quinta-feira (9), em partida válida pelas quartas de final do 'Gauchão', o time do Novo Hamburgo foi derrotado nos pênaltis em uma partida acirrada. O resultado eliminou a pequena equipe do interior. O veterano jogador Magrão, ex-volante do Palmeiras e Internacional, saiu decepcionado depois da classificação escapar por pouco. Até aí tudo dentro do script, se não fosse o fato do volante ter sido pego no exame anti-doping.

Aos 36 anos o jogador pensa em se aposentar caso a contraprova dê positivo. Magrão, que tem mais de 20 anos de uma carreira limpa, tomou a iniciativa e chamou os repórteres para se explicar. Na entrevista, o jogador, visivelmente emocionado, afirma ter tido câncer de testículo em 2011, e declara estar em tratamento desde então. Afirmou ainda que apenas os familiares mais próximos sabiam do caso.

O que ele tem em comum com Lance Armstrong? Ambos tiveram o mesmo tipo de Câncer de testículo e foram pegos no exame anti-doping. Armstrong foi visto pela sociedade como trapaceiro, teve seus principais títulos revogados obtidos após 1998, perdeu seus principais patrocinadores e foi banido do ciclismo pela União. #Famosos

Comparando melhor os dois fatos, Armstrong teve câncer diagnosticado em 1996, aos 25 anos. Iniciou o tratamento, se afastando do esporte, retornando dois anos depois. A partir de 1999, Lance dominou o Tour de France por 7 anos seguidos, se aposentando logo após o grande feito. Certos medicamentos são usados para combater a doença, o que pode favorecer o atleta para um melhor desempenho. Acontece que Lance se utilizou deste artifício por longos 9 anos.


Já Magrão, afirma estar há 4 anos em tratamento e livre da doença, e que, quando chegar ao 5º ano em total ausência da doença, a metástase (quando a doença retorna de forma mais violenta) é praticamente descartada. Juntando os fatos, fica evidente a falta de fair play no caso Armstrong e a falta de culpa de Magrão, pois, o mesmo luta pela própria sobrevivência, tentando levar uma vida normal e fazendo o que mais sabe fazer, jogar futebol.