Nesta segunda-feira, 6, o Manchester City foi à Londres enfrentar o Crystal Palace e não voltará para casa sentindo saudades da capital inglesa. Perdeu o jogo por 2 a 1 e depois de iniciar o ano de 2015 empatado com o Chelsea na liderança da Premier League, e 9 pontos à frente do terceiro colocado, vê hoje o Chelsea com 9 pontos à sua frente, mesmo com um jogo a menos. Pior, caiu de segundo para quarto na classificação, ultrapassado por Arsenal e Manchester United.

Domínio e reclamação do City - Precisão do Crystal Palace

O Manchester City tentou, pressionou e agrediu muito a equipe londrina durante praticamente toda a partida, porém, foi imensamente infeliz no ataque.

Publicidade
Publicidade

E como diz o velho ditado: "Quem não faz, toma!", foi exatamente o que aconteceu. Até então, muito pressionado em campo, aos 34 minutos da etapa inicial, o Crystal Palace foi à rede. Em sua primeira oportunidade, o time londrino abriu o placar com Murray, após jogada iniciada por um escanteio. Muita reclamação por parte dos jogadores do Manchester City, que alegaram impedimento na construção da jogada. Após o gol do Crystal Palace, o City não teve forças para reagir até o intervalo.

Trave, goleiro e erro da arbitragem impedem reação do City na etapa final

Logo no início do segundo tempo, a situação do City foi de mal à pior: mais um gol do Crystal Palace. Jason Puncheon, em bela cobrança de falta, aos 3 minutos, aumentou a diferença para 2 a 0. Festa da torcida local. A partir do segundo gol do Palace, o que se viu foi um jogo ainda mais de ataque contra defesa.

Publicidade

Aos 19 minutos, Aguero mandou uma bola na trave, para a tristeza de Manuel Pelegrini no banco.

Aos 26, um pênalti não marcado revoltou ainda mais os Citizens. Autor do primeiro gol do Crystal Palace, Murray claramente levou a mão à bola dentro da área. Na jogada seguinte, McArthur, em cima da linha, impediu o primeiro gol dos visitantes. Nada dava certo para o City, além da visível falta de sorte, o goleiro Speroni fechou o gol do Palace.

Aos 33 minutos, finalmente o Manchester City chegou ao gol. Yaya Toure diminuiu para 2 a 1 e deu esperança aos visitantes, esperança essa que foi em vão. A partida terminou com vitória do time da casa por 2 a 1 e o City conhece mais um resultado que o afasta da briga pelo bicampeonato da Premier League. Além de ficar distante do título, o time caiu para a quarta colocação, posição que o obrigaria a disputar a fase classificatória para a próxima edição da Champions.

No próximo domingo, o Manchester City visita o seu principal rival e, agora, o time imediatamente acima na tabela de classificação, o Manchester United. Jogão no Old Traford. #Futebol #Europa