O primeiro confronto válido pela final do Campeonato Paulista de #Futebol aconteceu nesse domingo (26). Jogando em sua arena, o Palmeiras venceu o Santos por 1x0 com gol de Leandro Pereira. Diferente das fases anteriores, a finalíssima terá duas partidas para a definição do campeão estadual, e agora o jogo de volta será em território santista.

O alviverde paulista reverteu a vantagem do alvinegro praiano e jogará por um empate no jogo de volta, na Vila Belmiro, para ficar com o título. Já o Santos terá que vencer por dois ou mais gols de diferença se quiser ficar com a taça, mas se vencer pela diferença de um tento somente o caneco será disputado através das penalidades.

Publicidade
Publicidade

A arbitragem foi questionada pelas duas equipes nesse duelo,. Foram reclamações sobre faltas marcadas, aplicações de cartões e outras decisões do trio de árbitros. Mas as queixas mais incisivas foram as seguintes: o Santos reclamou impedimento no gol do time alviverde e de um pênalti marcado em cima do atacante Leandro; a reclamação do Palmeiras foi um pênalti não marcado em cima do atacante Rafael Marques.

A atuação do árbitro Vinicius Furlan foi muito contestada. Em um erro grotesco, o juiz expulsou David Braz no pênalti cometido em cima de Leandro Pereira, porém, a falta foi cometida pelo jogador Paulo Ricardo. Após muita reclamação, o juiz assistente alertou o principal, que voltou atrás e  expulsou o atleta que cometeu a infração. A insatisfação foi tanta que ocasionou na expulsão dos dois técnicos, Oswaldo de Oliveira e Marcelo Fernandes.

Publicidade

Como os dois times tem o contra-ataque como principal virtude, o início do jogo foi confuso, pois ambos não souberam como se portar tendo que tomar a iniciativa na partida. As duas equipes se estudaram bastante, principalmente até os 25 minutos do primeiro tempo. Até que aos 29 minutos o alviverde abriu o marcador. O Santos tentou uma reação no segundo tempo, mas, como jogou com um a menos, teve dificuldades de colocar seus planos em prática.

O Palmeiras tentou marcar o segundo gol e matar a partida, mas não conseguiu transformar seu leve domínio, na segunda etapa, em gol. O alvinegro praiano não conseguiu desenvolver seu futebol.

Resta agora esperar a realização do segundo duelo para saber que será o Campeão Paulista de 2015. Cabe ressaltar que a vantagem do Palmeiras é considerável, tendo o Santos que suar muito para levantar o caneco. #Jogos