A penúltima rodada da primeira fase do Paulistão 2015 foi disputada no último final de semana. São Paulo perde o jogo e o técnico, Palmeiras vence e a Portuguesa perde e fica próxima de mais um rebaixamento.

A rodada teve seu inicio na sexta (03/04) quando o XV de Piracicaba venceu fora de casa o Audax por 1x0 e se garantiu nas quartas de finais. Em Sorocaba, o São Bento se salvou do rebaixamento ao vencer o Capivariano por 2x1. O Capivariano segue ameaçado de retornar para a Série A-2.

Em Bragança Paulista, a Portuguesa recebeu o Red Bull e foi totalmente dominada pela equipe campineira. Aos 42 minutos do primeiro tempo, após boa jogada de Lulinha, Edmilson de cabeça abre o placar para o Red Bull.

Publicidade
Publicidade

No segundo tempo, o panorama não muda, para desespero da torcida da Lusa. Aos 12, Edmilson, após aplicar um lençol no zagueiro Bruno Bertucci, chuta no ângulo e marca um golaço. Com a vitória, o Red Bull se classifica para as quartas de finais. A Portuguesa segue entre os quatro últimos e vai precisar vencer o São Paulo e torcer para que alguma das equipes a sua frente perca (São Bernardo, Linense, Rio Claro ou Capivariano) para não ser rebaixada.

O já rebaixado Marília recebeu o Ituano e perdeu por 2x1. O São Bernardo fora de casa goleou o Linense por 4x1. A classificada Ponte Preta venceu a Penapolense por 2x1 em Campinas. O Rio Claro rebaixou o Bragantino ao vencer por 2x1.

Em sua Arena, o Palmeiras recebeu o Mogi-Mirim, que ainda lutava pela classificação. Com um primeiro tempo quase perfeito, o Palmeiras foi literalmente o senhor da partida.

Publicidade

Com Dudu inspirado, o alviverde abriu 3x0, ainda no primeiro tempo, com dois gols de Dudu e um de Robinho. No segundo tempo, o Mogi-Mirim descontou com Geovane, mas terminou 3x1 para o Palmeiras.

Em Ribeirão Preto, o São Paulo enfrentou o Botafogo. Mais uma péssima partida do tricolor e o Botafogo aproveitou para vencer e se classificar para as quartas de finais. O resultado de 2x0 foi justo pelo que as equipes fizeram em campo. Além do jogo, o São Paulo perdeu o técnico Muricy Ramalho, um dos maiores técnicos de sua história - Tricampeão brasileiro em 2006/2007/2008, porém, o fato é que o presidente são-paulino, Carlos Miguel Aidar, nunca lhe deu o respaldo necessário.

Agora, Milton Cruz, pelo menos interinamente, terá que comandar o São Paulo, até que um novo técnico seja anunciado. #Futebol