Fabrício está fora do Internacional. Depois de protagonizar uma cena bizarra ao fazer gestos obscenos para a própria torcida que o vaiava e atirar a camiseta do clube no chão, na vitória de 1 a 0 sobre o Ypiranga na última quarta-feira (1), o presidente do clube, Vitório Píffero, anunciou em entrevista coletiva nesta segunda (6) que o jogador não joga mais pelo Inter.

"Salientei ao empresário do jogador que ele está autorizado a procurar outro clube. Ele não joga mais com a camisa do Inter. Não há a menor condição do Fabrício voltar a Porto Alegre. Ele ficará em São Paulo até encontrar uma nova equipe", sentenciou o mandatário colorado, antes de declarar que o jogador está "profundamente" arrependido.

Publicidade
Publicidade

 

Segundo Píffero, seis clubes já o procuraram interessados em um possível negócio com o lateral-esquerdo. Para ele, o melhor negócio seria um empréstimo com preferência de compra - modalidade de negociação comum no mercado. Fabrício ainda tem contrato com o Inter até metade de 2017, o que facilitaria uma transação nesses moldes.

"Nós não temos condições de aceitar novamente o jogador depois do que fez. Imaginem vocês (jornalistas) no ambiente de trabalho tomando aquele tipo de atitude. Não dá. Perdemos um jogador querido pelo grupo, com bons serviços prestados ao clube, com gols importantes, mas não tem mais como treinar e muito menos jogar", frisou o presidente.

Para a lateral-esquerda do time titular, abre-se uma lacuna. Contratado no início do ano passado, Alan Ruschel não emplacou ainda uma boa sequência de jogos e sofre com a desconfiança do treinador.

Publicidade

Além disso, internamente, o treinador Diego Aguirre já alegou que o prefere como uma opção no meio campo. A opção recai sobre o jovem Geferson, inscrito na Libertadores com a camisa 24, titular no último domingo contra o Passo Fundo e cria das categorias de base do clube.

"Se formos ao mercado buscar um novo atleta para a posição, vamos com o objetivo de trazer um jogador para ser titular e não simplesmente compor o grupo", finalizou Píffero.  #Entretenimento #Futebol