Foi confirmado, nesta sexta-feira (10), o árbitro que irá apitar o primeiro clássico entre Atlético Mineiro e #Cruzeiro pela semifinal do Campeonato Mineiro 2015, que acontecerá neste domingo (12) no Estádio Independência.

O sorteado para essa tarefa foi Raphael Claus, o árbitro de 36 anos da FPF (Federação Paulista de #Futebol) e vinculado a Fifa contará com a ajuda dos assistentes Rodrigo Corrêa do Rio de Janeiro e Alessandro Rocha Matos da Bahia.

O paulista Raphael participou de um sorteio com Péricles Bassols, o árbitro de 39 anos também pertence ao quadro da Fifa e em 2009 foi escolhido "o melhor árbitro do campeonato carioca".

Publicidade
Publicidade

Na partida de domingo Péricles será o quarto árbitro do jogo.

Formado em Educação Física, Raphael Claus já apitou jogos de Cruzeiro e Atlético Mineiro, porém, nunca as equipes no mesmo jogo. Pela oitava rodada do Brasileirão 2014, ele foi o dono do apito no vitória do Atlético sobre o Fluminense por 2 a 0. E pela trigésima oitava rodada, apitou o jogo do Cruzeiro também contra o tricolor carioca, vitória do time celeste por 2 a 1 no estádio Mineirão.

Em entrevista exclusiva para o Jornal de Piracicaba o árbitro do clássico afirmou "Chegar ao quadro da Fifa, se fosse para um jogador, seria a Copa do Mundo. Para nós, é o passo mais importante da carreira. Não tenho mais para aonde subir." Quando foi questionado sobre a importância de integrar o quadro de árbitros da Fifa.

Escolha do Árbitro

A pedidos de dirigentes do Atlético Mineiro e do Cruzeiro, ambos em acordo, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e FMF (Federação Mineira de Futebol) decidiram por optar por um árbitro fora de Minas Gerais.

Publicidade

A decisão gerou repercussão na imprensa e vincularam algumas notícias onde afirmavam que o Cruzeiro teria problemas com árbitros locais, em entrevista ao Super FC Gilvan de Pinho Tavares, atual presidente do time celeste se explicou "Escutei uma entrevista no rádio e disseram que a arbitragem do jogo com o Atlético será forasteira, pois o Cruzeiro não aceitou árbitro mineiro. Não foi bem isso que aconteceu."

Gilvan afirmou que ao ser questionado pelo presidente da FMF sobre sua opinião, apenas disse que um clássico entre Atlético e Cruzeiro, com grande pressão dos torcedores poderia ocasionar um erro do profissional durante o jogo e comprometer a boa arbitragem mineira durante o ano.

Outra curiosidade é que o time celeste Cruzeiro abriu mão dos 10% dos ingressos que os torcedores da raposa teriam direito. O primeiro jogo da semifinal terá torcida única, apenas a do Atlético Mineiro. Ao todo serão 22.529 mil ingressos disponíveis e custarão entre R$ 50 e R$ 400.