A revista World Soccer, da Inglaterra, produziu uma lista com os 500 jogadores de #Futebol mais importantes do mundo atualmente. Apesar da crise vivida pelo esporte no Brasil, com constantes críticas de torcedores e, principalmente, jornalistas brasileiros especializados, parece que para a imprensa internacional o futebol canarinho ainda segue sendo o melhor e mais reconhecido no mundo.

Segundo a publicação inglesa, o Brasil é o país com o maior número de representantes, 54. A poderosa, ou nem tanto no momento, Espanha vem logo em segundo lugar com 44 jogadores. Nossos hermanos argentinos completam o pódio com 40 atletas.

Publicidade
Publicidade

A atual campeã do mundo, Alemanhã, ocupa apenas o 4º lugar com 34 nomes na lista. 

Os critérios definidos pela revistas podem ser vistos como mais publicitários do que técnicos. Foram analisadas a quantidade de vezes que o atleta foi manchete, ser importante fora das quatro linhas, estar constantemente na seleção produzida pela própria revista e ser importante para sua seleção nacional. 

Força do futebol nacional 

Se os jogadores brasileiros são os preferidos para a revista, o mesmo não pode ser dito dos que atuam no País. A lista dos ingleses trás o Campeonato Brasileiro apenas em 6º em número de jogadores importantes, são 21 atletas. 

A Premier League é a primeira com 76 jogadores, seguida de perto pela Bundesliga com 70. A Liga Espanhola está logo atrás com 63. A distância para o 4º e 5º colocados aumenta um pouco.

Publicidade

O Campeonato Italiano possui 46 atletas e o Francês 40, fechando o top 5.

Atuando no Brasil

Corinthians, Cruzeiro e São Paulo são os clubes brasileiros com mais atletas, quatro cada. O alvinegro está representado por Guerrero, Elias, Jadson e Sheik. Do clube mineiro são lembrados Arrascaeta, Fábio, Leandro Damião e Paulo André, No Triocolor do Morumbi estão Ganso, Rogério Ceni, Luis Fabiano e Pato. 

Outros nomes que constam na listão são: Anderson, Aranguiz e D'Alessandro (Internacional); Valdívia (Palmeiras); Robinho (Santos); Fred (Fluminense); Jefferson (Botafogo); Canteros (Flamengo) e Lucas Pratto (Atlético Mineiro).