Fim do jogo no Tijuca Tênis Clube e já sabemos o primeiro finalista da temporada 2014/2015 da Superliga Feminina de #Vôlei. Com o placar de 3 sets a 0 (25/17, 25/18 e 25/21) Rexona está na final!

Dois primeiros sets bem decisivos

No segundo confronto entre as equipes do RJ e Minas, dessa vez na casa carioca, foi um jogo sem muitas surpresas. Contando com um Rexona bem agressivo no saque, quebrando o passe do Minas em diversos momentos, e não possibilitando a jovem e revelação levantadora Naiane realizar suas principais jogadas.

Visivelmente nervoso e sem consistência, estava complicado para Camponesa/Minas parar o Rexona/Ades.

Publicidade
Publicidade

As substituições feitas pelo técnico não surtiram efeito e a maior reação demonstrada pela equipe só veio no terceiro set.

Várias alternâncias no placar do 3º set

O Minas chegou a abrir 3x0, o que obrigou o técnico Bernardinho a parar o jogo e conversar com sua equipe. Logo a seguir, o Rexona demonstrou reação, mas dessa vez contaram com um set bem mais equilibrado que os dois anteriores. E ocorreram alternâncias de placar até a segunda parada técnica, quando Minas vencia por 16x15.

A partir daí, com um Rexona-Ades mais estruturado, deu-se novo ritmo ao jogo. Com Juciley no bloqueio, Carol e Amanda no saque, Rio comandou assim sua virada chegando a um 21x16 e mantiveram até fechar o set e carimbar sua ida à final que será realizada no dia 26

Natália se destaca mais uma vez

Voltando a jogar como ponteira, assim como no primeiro jogo da semifinal, Natália se destacou com ataques certeiros e quase sem defesa por parte do Minas.

Publicidade

Ela foi a maior pontuadora da partida com 18 pontos, pontuando em todos os fundamentos.

Mas a escolhida como melhor da partida foi a levantadora Fofão, que comentou no final do jogo que realmente essa final deve ser seu último jogo pela superliga.

Aguardando adversário

É a 11ª final do Rexona-Ades na Superliga feminina de vôlei, sendo a 10ª consecutiva. É a maior equipe vencedora com 9 títulos. E agora com a vaga assegurada, só resta esperar pelo segundo jogo da outra semifinal. A mesma acontecerá na sexta-feira (10), às 22h. Ano passado, tivemos uma vitória espetacular do Sesi-SP em cima de um até então invicto Molico-Nestlé.

E no vôlei tudo é possível. O jogo promete ser bem mais equilibrado e com mais rivalidade. Molico tem a vantagem de ter ganhado na rodada anterior, e agora ainda jogará em casa junto a sua torcida.

Quem será que disputará o título com o eneacampeão Rexona-Ades? #Entretenimento