No Municipal de Varginha, no domingo (03), O Atlético MG venceu a Caldense por 2x1 e conquistou o Campeonato Mineiro de 2015. Thiago Ribeiro e Jô marcaram os gols do galo. Luiz Eduardo fez o gol do time de Poços de Caldas. Apesar de ter jogado pelo empate, sendo mandante da partida, a Caldense não conseguiu segurar o adversário e acabou perdendo a chance de conquistar o título estadual, inédito para o clube.

O periquito jogou com muita disposição e não deu moleza ao time atleticano, e mesmo com a vantagem do empate não ficou na retranca, procurou jogar de igual para igual com o galo, mas sempre com cautela, não foi um time descuidado e nem "afoito".

Publicidade
Publicidade

O Verdão conseguiu criar algumas chances de gol, mas não aproveitou as oportunidades que teve. E em um arremesso lateral, que mais pareceu um passe, cobrado por Marcos Rocha, achou Lucas Pratto, que desviou e deixou Thiago Ribeiro livre para abrir o marcador.

Mas não demorou muito para a Caldense empatar a partida, resultado que lhe garantia o troféu. O jogador Luiz Eduardo pegou uma bola reboteada pelo goleiro Victor e deixou a final novamente empatada.

Após isso, ambas as equipes ficaram muito nervosas, e os jogadores começaram a travar uma batalha intensa, o periquito para segurar o resultado, o Atlético para fazer o segundo gol, que lhe daria o título. Mas foi aí que os treinadores começaram a utilizar os atletas que estavam no banco de reservas, e a vantagem foi do alvinegro mineiro, que tinha Jô como suplente.

Publicidade

O título do Campeonato Mineiro estava mais pendente para o time de Poços de Caldas, pois foi o time de melhor campanha na primeira fase, estava invicta e não levava gols havia dois meses. Tinha todos os ingredientes necessários para "abocanhar o caneco". E quase no final da partida o galo fez o segundo gol, através de Jô, que estava impedido, mas que teve o gol valido pelo juiz.

Com essa conquista, o galo chegou ao 43º título mineiro, ficando agora com seis a mais que o seu maior rival, o Cruzeiro. Apesar de não ter levantado o troféu, a Caldense "caiu de pé", e dificultou ao máximo o rival nos dois jogos da final. E se não fosse o erro do trio de arbitragem, quem sabe não seria o time de Poços de Caldas que tivesse conquistado o Campeonato Mineiro.

Mas no final de tudo, o Campeão de fato foi o Galo das Alterosas, e soltou o grito de campeão com muita vontade. E o desfecho do campeonato foi o seguinte: Atlético MG Campeão Mineiro de 2015. #Entretenimento #Futebol #Resenha Esportiva