O Bayern de Munique vem sendo prejudicado no final da temporada por lesões dos principais jogadores: David Alaba, Franck Ribéry, Arjen Robben, sem contar aqueles que voltaram de contusões como: Lewandowski, Bastian Schweinsteiger, Philipp Lahn e Javi Martinez. O Borussia Dortmund não quis saber disso, e ganhou nos pênaltis, dentro do Alianz Arena, tirando o Bayern da Copa da Alemanha.

O Barcelona poderá repetir o feito do Real Madrid no ano passado, quando venceu o Bayern por 4 dentro do Alianz, como pode tomar outro 7x0, como foi da última vez que o Bayern derrotou o Barcelona em casa. De fato, a torcida bávara está confiante.

Publicidade
Publicidade

O clima nas ruas de Munique é de superação. Todos os ingressos já foram vendidos com muita antecedência, o Alianz Arena parece que só tem jogo com lotação máxima.

No último, em Barcelona, o Bayern conseguiu até impor o ritmo de jogo, porém, a genialidade de Messi fez a diferença no final da partida. Um jogador exemplar, talvez seja o reforço que o Bayern precisa e tem dinheiro para comprá-lo, resta saber se o Barcelona, com sua dívida imensa, irá querer vendê-lo, talvez precise até.

Amanhã, terça-feira, dia 12, todos os fãs de #Futebol estarão de olho neste jogo. A Champions League é o campeonato com maior audiência no futebol, com times superiores as seleções nacionais.

A hegemonia alemã no futebol, que foi imposta com muita ajuda do Bayern, refletindo na seleção nacional, que veio ao Brasil em plena Copa do Mundo e aplicou um sonoro 7x1 dentro do Mineirão, foi como a cereja do bolo.

Publicidade

Nem mesmo os alemães esperavam por um placar tão elástico, mesmo tendo a certeza da vitória em cima da seleção brasileira.

Depois disso, o Bayern aplicou goleadas em cima do Barcelona 7x0, em cima do Roma 7x1, do Shakhtar Donetsk 7x0 e, por último, do Porto por 6x1. Todos estes resultados comprovam que, apesar do Barcelona ser o franco favorito no duelo, devido a imensa vantagem de 3 gols construída na primeira partida, não é impossível que o Bayern reverta este placar.

E que vença o melhor. #Europa #Resenha Esportiva