A vitória colorada sobre o Atlético-MG ontem à noite reviveu um dos grandes duelos dos últimos anos. De um lado, D´Alessandro, capitão do Inter, desde 2008 no clube e ídolo máximo da torcida. Do outro, o goleiro Victor, campeão da Libertadores de 2013 pelo Galo, mas de passagem significativa pelo Grêmio. No centro, um Beira-Rio lotado, testemunha ocular de um duelo de grandes. Não foram poucos os Grenais em que eles travaram uma bela disputa. Melhor para o argentino. Ontem, ao encontrar o ângulo direito em um chute de rara precisão, D´Ale anotou o seu sétimo gol em cima do arqueiro. Relembre.

28/09/2008 - Brasileirão: Com o time cada vez mais afinado para pouco tempo depois vencer a Sulamericana daquele ano, o Inter entrava em campo naquele clássico ainda com esperanças de chegar à Libertadores via campeonato brasileiro.

Publicidade
Publicidade

O Grêmio, de Roth, pisava no Beira-Rio querendo pontos para seguir percorrendo o título. Deu Inter. Em uma das primeiras jogadas de ataque do jogo, a zaga gremista afastou mal uma cobrança de falta e a bola sobrou quicando na meia-lua da área para D´Alessandro pegar de primeira e estufar as redes de Victor.

08/02/2009 - Gauchão: Dos sete gols, certamente o que menos foi dele. Em um Grenal de primeira fase do estadual, pouco decisivo, a partida disputada em Erechim resultou em um espetáculo das torcidas que dividiram as arquibancadas em vermelho e azul. Logo no ínicio, D´Alessandro ergueu para a área uma falta pelo lado esquerdo de ataque. William Magrão, precipitado, desviou para dentro da meta do próprio time. Como o que vale é a súmula, o argentino fazia então o seu segundo gol em Victor.

Publicidade

25/10/2009 - Brasileirão: Para o Inter, valia a permanência na disputa pelo título nacional - mais tarde, vencido pelo Flamengo. Em um jogo extremamente tático, com raras chances de gol, a estrela de D´Ale brilhou outra vez contra o goleiro. Ainda no início da primeira etapa, Alecsandro escorou com o peito para o argentino, que, sem muita pretensão, mandou de canhota. A bola quicou antes de chegar ao gol, enganou Victor e serviu para dar números finais à partida. Neste dia, uma das raras falhas do goleiro.

24/10/2010 - Brasileirão: Com o foco já no Mundial do fim do ano, o Inter entrava no Olímpico para jogar um Grenal cujo o maior interessado era o Grêmio de Renato Gaúcho, disputando ponto a ponto uma vaga na Libertadores. Quando uma vitória tricolor por 2x1 já se aproximava, D´Ale recebeu de costas na entrada da área, virou e bateu seco no canto esquerdo de Victor para empatar o jogo.

15/05/2011 - Gauchão: Na mais emocionante final estadual dos últimos anos, Inter e Grêmio precisaram das penalidades máximas para decidir quem sairia campeão de um confronto cheio de alternativas.

Publicidade

Antes disso, D´Alessandro aproveitou para converter em Victor pênalti sofrido ainda no tempo normal por Zé Roberto.

04/12/2011 - Brasileirão: O Grenal da última rodada do nacional em 2011 obrigava o Inter a vencer se quisesse estar na Libertadores do ano seguinte. Ao Grêmio, apenas cumprir tabela. Em nova penalidade, dessa vez cometida por Rochemback em Oscar, D´Ale venceu Victor e colocou o time na competição continental em 2012.

13/05/2015 - Libertadores: No mais bonito dos sete, D´Alessandro precisou de dois toques na bola para encontrar espaço na ponta da grande área e bater em arco, como se a bola tivesse um elástico, guardando-a na gaveta. A imagem de Victor de joelhos, fechando os olhos lentamente, é a ilustração de quem novamente foi derrotado no duelo particular. #Entretenimento #Futebol #Sport Club Internacional