O sorteio das escalas de arbitragem para a quarta rodada do brasileirão, a ser realizada no próximo fim de semana, manteve a política de introdução de árbitros de mesmo Estado ou Federação dos clubes envolvidos nos jogos. A Confederação Brasileira de #Futebol (CBF) divulgou na terça-feira (26) a escala.

Dessa vez, serão os times gaúchos que terão velhos conhecidos no apito. No domingo, em jogo marcado para às 16h, no estádio Beira-Rio, o Inter recebe o São Paulo e quem apitará é o gaúcho Leandro Vuaden, que, por exemplo, apitou o Grenal decisivo na final do gauchão desse ano. No mesmo horário e igualmente no domingo, o Grêmio vai ao Serra Dourada enfrentar o Goiás e Anderson Daronco, também gaúcho, será o árbitro.

Publicidade
Publicidade

Torcedor fanático do Inter, o empresário Ramão Corso teme que o novo sistema de escalas de árbitros possa colocar qualquer erro na conta do "bairrismo". "Não acredito que algum juiz entre em campo com a intenção deliberada de prejudicar algum clube. Mas erros fazem parte desse esporte, tanto para jogadores, dirigentes e, claro, os árbitros. E, nesse caso, não há a menor dúvida que os erros serão colocados na conta do bairrismo".

Contudo, a Comissão de Arbitragem vinculada à CBF já tinha emitido um comunicado anteriormente que a iniciativa não envolveria todos os árbitros. Vuaden e Daronco fazem parte do quadro de árbitros da Fifa. Juizes com menor experiência deverão ser poupados da nova medida em um primeiro momento.

"No Direito, juízes deixam de julgar casos em que possa haver qualquer tipo de desconfiança da lisura de sua decisão.

Publicidade

A comissão da CBF deveria igualmente ter essa sensibilidade e evitar esse tipo de desgaste", compara Corso. Nas três primeiras rodadas do campeonato, o teste com árbitros "conterrâneos" dos times já havia sido feito.

Na primeira rodada, o carioca Marcelo de Lima Henrique apitou São Paulo e Flamengo no Morumbi. Na segunda, o paranaense Heber Roberto Lopes dirigiu Goiás e Atlético-PR. Por fim, na terceira, Sandro Ricci, que até o ano passado atuava pela Federação Pernambucana, conduziu Sport e Coritiba. #Entretenimento