Dos jogadores que o #Corinthians está devendo, os dirigentes estão dando prioridade a quem está no elenco. São sete os jogadores que estão em atrasos com o timão, são eles: Emerson, Jason, Renato Augusto, Ralf, Guerreiro, Danilo e Alexandre Pato. Com a aprovação do empréstimo, que a mais de três meses o clube esperava, saldou uma parcela da dívida, mas sobrou o Pato.

Alexandre Pato foi o que sobrou na hora dos pagamentos de parte dos atrasados nesta quinta-feira, 14. A dívida, que passa dos R$ 4 milhões com o atleta, deve ter parte quitada com um novo empréstimo previsto pela diretoria do timão. Esta seria uma forma de mostrar que a diretoria se importa com ele, pois se não conseguir vendê-lo até o fim desse ano, o jogador voltará a integrar o elenco corintiano até o fim de seu contrato em 2016.

Publicidade
Publicidade

Pato contata os advogados

O atleta chegou a acionar os advogados a fim de resolver o problema, ameaçando ir à justiça para a quebra de contrato com o time alvinegro. O clube que pagou mais de R$ 40 milhões junto ao Milan para contratá-lo, quer impedir que isso aconteça. Por conta desta situação, quer pagar uma parcela da dívida com o novo empréstimo bancário que está fazendo. Pato não recebe seus direitos de imagem a mais de seis meses.

O clube conseguiu um empréstimo de R$ 6 milhões de reais depois de três meses de negociação e pagou parte dos direitos de seis atletas que estavam em atraso. O novo empréstimo, que pagaria uma parte dos diretos de imagem de Alexandre Pato, está previsto para sair nas próximas semanas.

Pato à venda

O Corinthians espera que o atleta seja vendido a algum clube do exterior, mas como o jogador oscila entre boas partidas e atuações apagadas, ainda nenhuma proposta apareceu.

Publicidade

Os dirigentes esperam que na janela do meio do ano isso aconteça, pois é um jogador que teve um investimento muito alto e não se obteve retorno esperado.

Além disso, o atleta tem um custo de R$ 400 mil por mês para o clube, metade dos seus rendimentos, um gasto muito alto para um jogador que não está atuando pelo time, o São Paulo é o responsável pelo restante do pagamento. #Futebol