Dia 6 de junho, no estádio de Berlim, Barcelona e Juventus se enfrentam pela final da UEFA Champions League 2014/15, em uma final inédita. O Barcelona, quatro vezes campeão, chega pela oitava vez na final da competição europeia após passar pelo Bayern de Munique na semifinal. A bi-campeã Juventus, que também chega na final pela oitava vez, eliminou o maior vencedor da competição na semifinal, o Real Madrid. Confira o caminho dos dois finalistas até a grande final:

Barcelona

FASE DE GRUPOS

No Grupo-F, o Barcelona enfrentou Paris Saint-Germain, Ajax e Apoel para se classificar na primeira posição. Com 16 pontos, 5 vitórias e 1 empate, a equipe da catalunha sobrou na fase de grupos, assim como o Paris Saint-Germain, segundo colocado com 2 pontos a menos.

Publicidade
Publicidade

A maior vitória do Barcelona na fase de grupos foi contra o Apoel, no Chipre, por 4 a 0.

OITAVAS DE FINAL

O sorteio da UEFA reservou um grande adversário para as oitavas de final, o Manchester City. Apesar de enfrentar um grande adversário, o Barcelona não sofreu para se classificar. Foram duas vitórias, 2 a 1 na Inglaterra e 1 a 0 na Espanha, que classificaram o Barça para a fase seguinte.

QUARTAS DE FINAL

O Paris Saint-Germain voltou a aparecer no caminho do Barcelona. Após uma vitória para cada lado na fase de grupos, o Barcelona não teve dificuldades para eliminar o rival nas quartas de final. Com as vitórias por 3 a 1 na França e por 2 a 0 na Espanha, o Barça avançou com 5 a 1 no placar agregado.

SEMIFINAL

Na semifinal, mais uma pedreira no caminho do Barcelona, o poderoso Bayern de Munique.

Publicidade

Na primeira partida do confronto, na Espanha, vitória do Barcelona por 3 a 0 em um confronto bastante equilibrado, decidido nos 15 minutos finais com a genialidade de Messi. Na Alemanha, o Bayern estava muito desfalcado, assim como na primeira partida, e não conseguiu reverter o placar. Apesar da vitória alemã por 3 a 2, a vaga na final ficou com o Barcelona com o placar agregado em 5 a 3 para os espanhóis.

Juventus

FASE DE GRUPOS

No Grupo-A, que tinha Atlético de Madrid, Olympiacos e Malmö, a Juventus suou para se classificar. Com 10 pontos, 3 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, a Juve garantiu a classificação apenas na última rodada, com 1 ponto a mais que o Olympiacos. As duas vitórias contra o Malmö por 2 a 0 foram as vitórias mais tranquilas da equipe de Turim na fase de grupos.

OITAVAS DE FINAL

Assim como o Barcelona, a Juventus recebeu um adversário de respeito nas oitavas, o Borussia Dortmund. Com uma vitória por 2 a 1 na Itália, a Juventus foi para a Alemanha e soube aproveitar os espaços que os alemães deixaram para vencer por 3 a 0, 5 a 1 no placar agregado.

Publicidade

QUARTAS DE FINAL

Na teoria, o sorteio da UEFA colocou o adversário mais fraco das quartas de final frente à Juventus. Na pratica, a história foi outra. Após vencer o Monaco no primeiro jogo por 1 a 0, na Itália, a Juventus se segurou em um 0 a 0 na França para se garantir entre os quatro semifinalistas da Champions. O Monaco foi um grande adversário para a Velha Senhora.

SEMIFINAL

Na semifinal, a Juventus teve pela frente o atual campeão da competição europeia, o Real Madrid. Apesar de ser considerada a zebra do confronto pela maioria dos especialistas, a Juve venceu o primeiro confronto por 2 a 1, na Itália, e suportou muito bem a pressão merengue no jogo da volta, na Espanha, empatando em 1 a 1. No placar agregado, 2 a 1 para a Juventus e vaga na final garantida após 12 anos de espera. #Futebol #Europa #Resenha Esportiva