Aproximadamente 50 torcedores do Grêmio, foram ao Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, para protestar contra os integrantes da delegação gremista, que perdeu por 2 x 0 para o Coritiba, em Curitiba, neste sábado (16), pelo Campeonato Nacional.

Entre os vaiados, o presidente do clube, diretores, jogadores e o técnico Luiz Felipe Scolari, entoando em coro "vergonha, time sem-vergonha". Todos foram apupados, à exceção de Marcelo Grohe, goleiro da #Seleção Brasileira, que foi aplaudido

Na largada do Campeonato, o time estreou em casa e cedeu o empate nos últimos segundos para a modesta Ponte Preta, de São Paulo. Com isso, em duas rodadas, o time de Scolari soma apenas um ponto e está nas últimas colocações, entre os vinte participantes.

Publicidade
Publicidade

Felipão, que depois do fiasco comandando o Brasil na Copa de 2014, veio para o Grêmio, buscando em Porto Alegre, onde o #Futebol gaúcho é muito aguerrido, a reabilitação pela conquista de títulos. Não conseguindo a pontuação no Brasileiro de 2014, suficiente para classificação do seu time para a Copa Libertadores de 2015, o técnico se voltou para a conquista do Campeonato Estadual de 2015. Porém, o Internacional conquistou o Pentacampeonato Gaúcho, frustrando mais uma vez os seu planos.

Pesando o fato do seu clube atravessar uma contenção financeira, Felipão promoveu jogadores de base, mesclando com experientes, vindos por baixo custo, buscados em empréstimos de curto prazo, na esperança de, com seu carisma, montar um time de superação para ir bem no Brasileiro.

As coisas começam a preocupar, tendo em vista que os últimos quatro classificados, são rebaixados à segunda divisão e o Grêmio, que já foi rebaixado duas vezes, não quer nem pensar nesta possibilidade.

Publicidade

Na Copa do Brasil, o Grêmio vai bem na disputa da segunda partida eliminatória em Porto Alegre, na Arena, contra o CRB, de Alagoas, precisando apenas um empate para passar à próxima fase.

Pelo Campeonato Brasileiro, o time de Luiz Felipe, 18º colocado atualmente, joga com o Figueirense, em Porto Alegre, às 21h de sábado (23), buscando a primeira vitória.

Outrora garantia de conquista de títulos, o técnico vê, a cada competição, seus resultados bastante inexpressivos e se vê que, ao comando do Grêmio, esta tentativa de renascimento está cada vez menos alentadora.