Com gol do meia Hiltinho aos 16 minutos do primeiro tempo, o Náutico bateu o Luverdense por 1x0 na Arena Pernambuco, em Recife (PE), e largou com vitória na rodada de abertura da segunda divisão do brasileiro. Após receber excelente passe por entre os zagueiros rivais, Hiltinho precisou finalizar duas vezes para vencer o goleiro Edson.

Na etapa complementar, a equipe do Mato Grosso esteve próxima de conseguir empatar a partida. Aos 20 minutos, o ex-palmeirense Deyvid Sacconi deu um precioso passe para Paulinho, de canhota, carimbar a trave de Júlio César, ex-Corinthians. Para segurar o resultado, Lisca fez as três substituições, fechou o time e administrou o placar.

Publicidade
Publicidade

Ao final do jogo, Lisca fez questão de elogiar o desempenho do seu time. "Eu gostei bastante do que vi. É difícil quando se coloca assim cinco novos jogadores na equipe sem terem tido um tempo adequado de treinamento. Mas nos movimentamos e marcamos muito bem. Uma pena não termos matado o jogo com um segundo gol. No final, alguns jogadores nossos cansaram", avaliou o comandante. 

Na próxima rodada, o Náutico vai à Minas Gerais encarar o Boa Esporte, em jogo marcado para sábado que vem, dia 16. No mesmo dia, o Luverdense recebe o América-MG.

Veterano estreia 

Dos novos jogadores que estreavam com a camisa do Náutico citados por Lisca, estava o experiente zagueiro Fabiano Eller. Apresentando há poucos dias no clube, o defensor auxiliou o time a não sofrer gols na tarde de hoje.

Publicidade

No 16° clube da carreira, Eller mostrou-se empolgado e otimista com o novo desafio. 

"Eu nunca disputei uma Série B, mas sei o quanto ela é pegada. É uma competição de muita força, mas jogar só com a força não adianta. Cheguei e já vi que aqui o grupo é unido, o que é fundamental nesse tipo de campeonato longo. Não vim aqui de passagem. Quero ter orgulho de vestir essa camisa", disse Eller.

De currículo extenso, Fabiano Eller alcançou grandes conquistas na carreira. Em 2006, pelo Inter, sagrou-se campeão da Libertadores e do Mundial. Naquele ano, formou uma dupla de zaga de respeito até hoje lembrada pelos colorados com o ex-zagueiro Índio. #Futebol #Resenha Esportiva