Chegou ao fim a era Hemerson Maria à frente do comando do Joinville. Depois de aproximadamente um mês e meio, o treinador não suportou a pressão após a derrota por 2x0 diante da Chapecoense nesta quarta (3) e não segue no JEC. No ano passado, Maria levou o time ao título da série B e por consequência ao acesso à elite do #Futebol brasileiro. Na atual temporada, sagrou-se campeão catarinense - embora o título ainda dependa de uma decisão do STJD.

Contudo, o péssimo início de campanha no Brasileirão pesou para a decisão da diretoria do clube de Santa Catarina em se desfazer do treinador. Apenas um ponto foi conquistado em 15 disputados, no empate em 0x0 contra o Palmeiras, em casa, na segunda rodada.

Publicidade
Publicidade

O comunicado ao treinador de sua demissão foi feito pelo superintendente de futebol do JEC, Cesar Sampaio, ainda em Chapecó - palco da derrota de quarta-feira.

No próximo sábado, às 22h, o Joinville recebe o Corinthians em duelo válido pela sexta rodada. Provavelmente, o time será dirigido pelo auxiliar técnico Claudiomiro. O sempre bem informado jornalista Paulo Vinícius Coelho afirmou ontem, durante o programa Boa Noite Fox, do canal a cabo Fox Sports, que o nome de Adilson Baptista é um dos cotados para assumir o cargo.

Foram, ao todo, 542 dias em que Hemerson Maria esteve na condição de técnico do Joinville. Em 87 partidas, foram 39 vitórias, 26 empates e 22 derrotas, resultando em um aproveitamento de 54,8%. 

Dança das cadeiras

A dança das cadeiras entre os treinadores da série A do futebol brasileiro não para.

Publicidade

Em cinco rodadas disputadas, já foram cinco trocas. Do Fluminense, saiu Ricardo Drubscky e entrou Enderson Moreira. O Cruzeiro dispensou Marcelo Oliveira e trouxe Vanderlei Luxemburgo, que saiu do Flamengo para a entrada de Cristóvão Borges. Por fim, o Grêmio trocou Felipão por Roger Machado.

O São Paulo vive uma outra situação. Embora não tenha demitido Milton Cruz, que seguirá como auxiliar do clube, mexeu no comando técnico e a partir de agora será comandado pelo colombiano Juan Carlos Osorio.  #Entretenimento