O jogador Emerson Sheik sempre foi polêmico em suas declarações e atitudes. Agora, de volta ao clube do coração, #Flamengo, declara seu amor à cidade que nasceu, Rio de Janeiro, e diz que que, se depender dele,seu ex-clube Fluminense vai chorar.

Essa afirmação, com jeito de revanche, foi dada pelo jogador em entrevista ao programa Globo Espote, da Rede Globo.

Só para relembrar, Emerson jogava em um clube nos Emirados Árabes, quando no meio da temporada de 2010, acertou seu retorno para o Brasil para jogar no Fluminense. Naquele ano, foi decisivo para ajudar o clube a conquistar o título do Campeonato Brasileiro. No entanto, parece que o escudo do Vermelho e Preto carioca está marcado a ferro e fogo no coração do atleta, e em abril de 2011, falou mais alto seu amor ao Flamengo.

Em um ônibus que transportava o time do tricolor para jogar contra o Argentino Juniors, pela Libertadores, Sheik abriu os pulmões e soltou o grito, cantando o funk que embalava o arquirrival do Fluminense, o Flamengo. Essa foi a gota d´água para irritar o presidente do clube que demitiu o atleta. Embora todos os não-flamenguistas tenham considerado um desrespeito por parte do jogador, Emerson diz não se arrepender da cantoria, não ligar a mínima para o ex-clube e que em seu coração, manda ele.

Para quem não se recorda, o atacante embora tenha nascido no município de Nova Iguaçu, no Estado do Rio de Janeiro, se naturalizou catariano quando jogava no Qatar, em 2008. Lá fez fama e fortuna, mas seus interesses no Brasil, o lembraram que era flamenguista, desde criancinha, e voltou em 2009 para defender o clube da Gávea. Porém sua paixão rubro-negra não durou tanto assim. Ainda em 2009, no meio do Campeonato Brasileiro, abandonou o clube. Não jogou a partida contra o Fluminense, pela Copa Sul - Americana, onde o Flamengo foi eliminado após empate de 1 x 1.

O motivo da debandada do atleta foi uma proposta irrecusável que recebeu do tal clube dos Emirados Árabes, aquele onde ele jogava, antes de assinar com o Fluminense.

Emerson Sheik fez sua reestréia pelo Flamengo, nesse sábado ( 20 ), contra o Atlético-MG e parece que, segundo especialistas, sua participação foi apagada frustrando os torcedores que lotaram o Maracanã.

É esperar para ver, no próximo Fla x Flu, quem vai chorar. #Futebol #Jogos