Parecia que ele tinha abandonado o #Futebol. Mas Eurico Miranda, o presidente do #Vasco da Gama, famoso clube carioca, permanece na beira do campo, para ameaçar quem quiser roubar seu time e nas manchetes com suas declarações polêmicas.

O referido dirigente, mais uma vez extrapolou. Em rádio ele xingou um flamenguista: "Flamenguista de m..." (sic) e completou para piorar as coisas: "nada tenho contra gay, tenho sim é contra veado". O programa em questão foi o "De cara" da rádio FM O Dia. 

A normalidade não é algo a se esperar sempre no perfil do polêmico dirigente. Quando algumas perguntas começaram a o irritar, ele começou a chamar as pessoas de "babacas" e "flamenguistas de m...".

Publicidade
Publicidade

Mas o pior ainda estava para chegar. 

Disse o polêmico presidente: "Eu não tenho e nem nunca tive nada contra os gays. Eu tenho é contra veado. E o veado não precisa ser gay para ser veado". A confusa declaração deixou os repórteres assustados. Quando alguns menos exaltados tentavam colocar panos quentes na situação, Eurico ainda exaltado completou: "Futebol não pode ser apitado por veado. Veado que apita futebol pode se comprometer. Mulher tem que apitar jogo de mulheres e não tem que apitar jogo de homens". Qualquer semelhança com uma pessoa totalmente despreparada não é mera coincidência. O presidente é "assim mesmo", diziam os que assistiam a entrevista.

O dirigente comentou, também, sobre os escândalos recentes na FIFA e ao ser perguntado por um ouvinte se não estava preocupado com a situação, a coisa ferveu.

Publicidade

Ainda nervoso e considerando o ouvinte como um flamenguista (sem que saibamos até agora qual sua preferência) ele voltou a disparar: "Estou preocupado para c.... Você deve ser mais um flamenguista de m...".

Os torcedores que adoram uma polêmica e uma briguinha começaram a perguntar sobre fatos que eram denúncias contra ele, de forma agressiva. Quando outro ouvinte perguntou sobre o episódio do sumiço de uma renda em jogo do Vasco da Gama, mais uma vez o dirigente extrapolou e ficou nervoso.