Poucos minutos para terminar a partida final da Copa do Rei, quando o Barcelona já ganhava de três gols a um sobre o Atletic Bilbau, o público surpreendeu-se com uma jogada do atacante do Barça, #Neymar Jr., que tentou encobrir o marcador do time adversário, o jogador Unai Bustinza, provocando revolta nos jogadores e em muitos torcedores.

Com um arremesso, levantando a bola do chão com o calcanhar, na chamada popularmente de carretilha ou lambreta, o atacante não conseguiu concluir o lance, já que foi empurrado e na sequencia vários jogadores do Bilbau foram em sua direção para dar bronca e empurrões.

A surpresa do público deu-se porque não se fazer este tipo de jogada, considerada mal educada, principalmente quando o time está ganhando, numa demonstração de falta de postura, educação e respeito em relação ao adversário.

Publicidade
Publicidade

Apesar dos companheiros de equipe tentarem o proteger, a vida do jogador não foi fácil nos minutos seguintes, sofrendo vários ataques e empurrões em lances da partida.

Ao final da partida, apesar de demonstrar satisfação pela vitória o jogador afirmou que não entendeu a reação violenta. "É o meu tipo de jogo e faço isto há anos", afirmou Neymar Jr, que disse que pretende continuar a joga assim.

Para o técnico, Luiz Enrique, o ato do jogador foi mal visto, porque não se pratica isso na Espanha, "se eu fosse um jogador do Athletic, eu teria reagido da mesma forma, ou talvez de um jeito até pior, mas no Brasil isso é normal." Técnico e jogadores do Barcelona evitaram polemizar o ocorrido.



O Artilheiro da Copa do Rei.

Artilheiro da Copa do Rei com sete gols, Neymar Jr. é um dos possíveis candidatos a concorrer a Bola de Ouro deste ano, entre as conquistas da temporada já somam dois títulos e o dobro de sua média de gols em relação com a temporada anterior.

Publicidade

Se o Barcelona ganhar a Champions League, no próximo sábado em Berlim, na Alemanha, o jogador passará a integrar um grupo restrito de brasileiros que também conquistaram esta e a Libertadores da América, que são Dida, Cafú, Roque Júnior e Ronaldinho Gaúcho.

Há quem afirme que Neymar Jr. já se tornou imprescindível ao Barcelona. É isso que veremos em breve. #Futebol #Europa