A olímpiada está cada vez mais próxima. Na medida em que ela se aproxima, um frio na barriga começa a preocupar o torcedor brasileiro. Parte dele é devido ao fato de o #Futebol brasileiro nunca ter conseguido trazer a medalha de ouro para nossa galeria de troféus. Em segundo lugar o trauma dos 7 a 1, aplicados pela Alemanha à seleção canarinho, dentro de casa, repetindo 1950, mas com juros e uma correção monetária que serviu para baixar a crista de alguns comentaristas apressadinhos e de um técnico cuja arrogância teve o mesmo tamanho da derrota acachapante.

Este trauma cerca o futebol brasileiro. Quem sabe não se deve aceitar as declarações de Pelé, dadas em 2002, quando o atleta deixou toda a modéstia de lado ao declarar: "O Brasil só não ganhou o ouro olímpico porque não joguei".

Publicidade
Publicidade

Foi uma declaração e tanto. Aliás há algumas pessoas que consideram que o "rei do futebol", deveria falar um pouco menos, já que suas opiniões têm sido, em não raras ocasiões, um tanto quanto infelizes.

Agora com a liberação da participação de profissionais é possível que alguns nomes muito famosos possam vir a participar do que é o maior evento poliesportivo do mundo, deixando o segundo lugar para as Universidades, que logo terão seu início. Seis das seleções já são conhecidas e logo saberemos quais as outras que estarão por aqui.

Das classificadas poderemos ver em ação Neymar pelo Brasil, Messi pela Argentina e Cristiano Ronaldo por Portugal para começar a interessar os torcedores mais fanáticos. Certamente eles podem ser escolhidos entre os atletas maiores de 23 anos que podem jogar o futebol olímpico.

Publicidade

Com a inclusão da Suécia podermos ver nos campos brasileiros o craque Ibrahimovic. Para que saibamos quem mais vem, há de se esperar a boa vontade dos treinadores, das confederações e da concordância dos atletas. Nos países até agora classificados, jogam nove dos 13 atletas mais bem colocados no troféu Bola de Ouro.

Assim poderão vir Manuel Neuer, Thomas Muller, Philipp Lahm, Tony Kross e, se a Colômbia passar pela repescagem, poderá trazer James Rodrigues. Junto com os anteriores, todos eles estão na lista dos 13 futebolistas de maior prestígio e rendimentos em todo o mundo. Tudo isto pode acontecer com a permissão que até três jogadores de cada equipe, possam ter mais de 23 anos. Vamos torcer para que isto aconteça. Muitos pedem para que a final seja entre Brasil e Alemanha, independentemente de todo o risco que a seleção possa correr. #Rio2016