O principal tenista brasileiro deu azar no sorteio da chave masculina de Wimbledon. Atual número 41 do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), o paulista de Tietê, Thomaz Bellucci, enfrentará, de cara, o espanhol Rafael Nadal, cabeça 10 da atual edição e bicampeão no Grand Slam da grama, nos anos de 2008 e 2010.

Essa é a terceira vez que os dois tenistas se enfrentam logo na estreia de um dos quatro maiores torneios. Em 2008, em Roland Garros, e em 2012, em Wimbledon, Nadal venceu sem dificuldades o brasileiro sempre com parciais de 3 sets a zero. Mesmo favorito, Rafa vive uma situação diferente na carreira: pela primeira vez desde 2005, ele não está entre os 8 primeiros classificados na chave de um Grand Slam.

Publicidade
Publicidade

No último encontro entre eles, Rafael Nadal levou a melhor sobre Bellucci por 6/4 6/1 na primeira rodada do Rio Open, em fevereiro desse ano, em torneio vencido pelo também espanhol David Ferrer - que desistiu da disputa de Wimbledon em decorrência de uma lesão no cotovelo.

O outro brasileiro presente na chave masculina é João Souza, o Feijão, que enfrenta o colombiano Santiago Giraldo na primeira rodada. O equílibro marca o retrospecto recente entre os dois jogadores. Na chave feminina, a única representante do país será Teliana Pereira, que atualmente ocupa o 75° posto no ranking da WTA. Ela abre a caminhada em Wimbledon contra a italiana Camila Giorgi.

Duplas 

Vem da chave de duplas a grande esperança do Brasil voltar a frequentar o topo de um torneio Grand Slam. Embalados pela conquista em Roland Garros diante dos irmãos Bryans, o mineiro Marcelo Melo e o seu parceiro Ivan Dodig buscam um título inédito em Wimbledon, já que foram vice-campeões em 2013.

Publicidade

Eles largam contra os argentinos Leonardo Mayer e Diego Schwartzmann.

Bruno Soares, outro brasileiro inscrito na chave de duplas, também carrega consigo a esperança de boa campanha na grama londrina. Ao lado do parceiro austríaco Alexander Peya, eles encaram na estreia a parceria espanhola formada por Carreno Busta e Gimeno-Traver. #Entretenimento #Europa #Tênis