O suíço Stanislas Wawrinka chegou ao seu segundo título de Grand Slam neste domingo ao bater o favorito Novak Djokovic e sagrar-se campeão de Roland Garros. Em 2014, havia vencido o Australian Open sobre Rafael Nadal. Contudo, o predomínio do chamado “Big Four” ainda é realidade no circuito profissional da ATP. Aos poucos, o seleto grupo formado por Novak Djokovic, Roger Federer, Andy Murray e Rafael Nadal vai tendo desagradáveis experiências e perdendo a supremacia no #Tênis.

Dos quatro, todos já perderem para Stan Wawrinka em Grand Slams. Djokovic, que acaba de perder para o suiço na final de Roland Garros 2015, já havia perdido nas quartas do Australian Open em 2014.

Publicidade
Publicidade

O compatriota Roger Federer, mesmo com ampla vantagem no confronto direto, perdeu para Stan na campanha do título em Paris em 2015. Andy Murray foi vencido nas quartas do USOpen em 2013 e Nadal não suportou Wawrinka na final do Australian Open 2014.

Ainda que as estatísticas recentes sejam favoráveis, Stan adota o discurso de humildade. Admite que está feliz com a atual fase, mas tem consciência da qualidade e da história no tênis dos quatro tenistas do chamado “Big Four”.

“Não sou tão bom quanto eles, mas sou bom o suficiente para conseguir vencer dois Grand Slams. Mostrei que posso vencê-los nesses torneios maiores, mas o Big Four é o Big Four. Não quero me comparar. Quero seguir progredindo e quero vencê-los. É isso, simples assim”, avaliou o campeão, em discurso marcado pela humildade.

Publicidade

Nem a vitória arrasadora nas quartas sobre Roger Federer é capaz de abalar a amizade entre os suíços. Enquanto Wawrinka lutava contra Djokovic pela taça de Roland Garros no último domingo, Federer estava no estádio acompanhando a final da Copa da Suíça de futebol, entre Basel e Sion. Um olho no campo, outro na quadra. Fotos que circularam pelas redes sociais mostraram o número 2 do mundo de olho no celular vendo lances da final em Paris.

“Roger sempre fica feliz por mim. Felicidade verdadeira. Ele gosta quando eu venço. Ele está na minha retaguarda”, contou Stan sobre o parceiro no título das duplas nas Olimpíadas de Pequim em 2008, que rendeu medalha de ouro inédita para a Suíça – cada vez mais incluída no mapa do tênis.

Campanha de Wawrinka ao título

1° Rodada - Stan Wawrinka 3x0 Marsel Ilhan (6/3 6/2 6/3)

2° Rodada - Stan Wawrinka 3x1 Dusan Lajovic (6/3 6/4 5/7 6/3)

3° Rodada - Stan Wawrinka 3x0 Steve Johnson (6/4 6/3 6/2)

Oitavas - Stan Wawrinka 3x0 Giles Simon (6/1 6/4 6/2)

Quartas - Stan Wawrinka 3x0 Roger Federer (6/4 6/3 7/6 (4))

Semi - Stan Wawrinka 3x1 Jo-Wilfried Tsonga (6/3 6/7 (1) 7/6 (3) 6/4)

Final - Stan Warinka 3x1 Novak Djokovic (4/6 6/4 6/3 6/4) #Entretenimento #Europa