O São Paulo enfrenta uma terrível crise, que parte do lado financeiro e chega até o campo. Talvez hoje, o clube paulista seja vítima ou reflexo mais claro do quanto o #Futebol brasileiro está doente. O esporte mais popular do país está afundado em uma crise, que mesmo com todos os desmandos e falta de profissionalismo que ocorreram e ocorrem no Brasil, jamais se viu algo parecido.

A representação do momento do Tricolor do Morumbi, é um dos exemplos em que o amadorismo (um dia o clube foi modelo de administração) atingiu níveis elevados e os resultados começam a não chegar no campo. O São Paulo despencou da vice-liderança no Brasileirão 2015 para a sétima colocação em apenas duas rodadas. 

Pior do que sair do G-4, é mostrar um futebol fraco e que não apresenta uma perspectiva de reação imediata.

Publicidade
Publicidade

Muitos atribuem a péssima qualidade demonstrada em campo aos atrasos nos direitos de imagem. Parte dos atletas não recebem o tal vencimento (maior parte do salário) há quatro meses.

A direção do São Paulo tentou sanar as dívidas realizando a venda do volante Rodrigo Caio. Seria a salvação da lavoura, mas já com o negócio fechado, o Valência refugou. O valor seria de R$ 44 milhões, somado as negociações de Paulo Miranda ao Red Bull Salzburg, da Áustria, Denílson para o Al-Wahda, dos Emirados Árabes, e Souza para o Fenerbahçe, da Turquia, aliviaria as contas do clube.

O negócio envolvendo Rodrigo Caio ainda pode acontecer, mas desta vez, com o Atlético de Madrid (antigo interessado no jogador). Os espanhóis querem o empréstimo do atleta por um ano, para então analisar o volante neste período e no fim do contrato exercer (ou não) a compra definitiva. 

Em meio a esse desmanche, quem acaba sendo vítima da má administração, é o técnico colombiano, Juan Carlos Osório, que é diferenciado na metodologia de trabalho, tem um conhecimento amplo do futebol moderno, mas está ficando sem ferramentas para trabalhar. Não há dúvidas que venderam outro cenário a ele, talvez maquiado, apresentando algum futuro promissor, mas que até o momento só se viu crises.

Publicidade

#Resenha Esportiva