Se não fosse a Cemex, gigante da construção civil, possivelmente o Tigres sequer existiria nos dias de hoje. Adversário do Inter na semifinal da Libertadores, o clube esteve à beira da falência no meio da década de 90, quando, inclusive, caiu de divisão no campeonato mexicano. Por meio de Lorenzo Zambrana, então dono da empresa, a Cemex comprou o Tigres em 1996.

Com vendas estimadas em R$ 46,5 bilhões por ano, a terceira maior produtora de cimento do mundo tem dinheiro de sobra para investir no #Futebol. Falecido em 2014, Zambrano não verá os duelos que prometem pegar fogo contra o Inter, mas teve tempo de acompanhar a sua aquisição se reerguer e virar uma das potências do futebol mexicano.

Publicidade
Publicidade

Em 2006, em comemoração ao centenário da empresa, a Cemex trouxe o Barcelona, então campeão da Champions League, para fazer um amistoso festivo contra o Tigres, no México.

Ainda que o poderio no mercado e a pujança das cifras mantenham a Cemex em patamares elevados, nem uma eventual crise de mercado poderá desestimular o apoio dado ao Tigres. Quem garante é Fernando González Olivieri, diretor geral da empresa: “Não existe a menor possibilidade. Não vamos fazer isso. Vamos tornar o Tigres campeão”, garantiu.

Não é só do cimento que vem a receita do Tigres atualmente. Outros patrocinadores locais contribuem, além dos apaixonados torcedores que lotam o Estádio Universitário, em Monterrey, a cada partida. A média do valor do ingresso é de aproximadamente R$ 50. O time também lidera a venda de camisas no país (um milhão de peças ao ano), mesmo tendo apenas a sexta torcida em número de torcedores. 

Na construção civil, bilheteria e vestuário está a explicação para a contratação do centroavante francês Gignac, que na última temporada fez 21 gols no campeonato frânces jogando pelo Olympique de Marseille.

Publicidade

Ele custará cerca de R$ 4 milhões anuais aos mexicanos, que não pagaram nada no ato da compra, uma vez que o atleta estava sem contrato. Fundado em 1960, o Tigres tem apenas sete títulos na história. Mas se prepara para mais. #Entretenimento #Sport Club Internacional