Roger Federer bateu, nesta sexta-feira (10), o britânico Andy Murray e garantiu vaga na decisão do torneio de Wimbledon, realizado em Londres, na Inglaterra. Mais cedo, o sérvio Novak Djokovic passou pelo francês Richard Gasquet e já havia assegurado lugar na final. Federer e Djokovic reeditarão a final do ano passado, quando o sérvio levou a melhor e ficou com a taça.

Dessa forma, Federer fica a apenas uma vitória de se tornar o maior vencedor da história do torneio. No momento, ele tem sete conquistas do Grand Slam da grama - mesmo número do norte-americano Pete Sampras e do britânico William Renshaw. Em 39 confrontos contra o sérvio, Federer leva uma mínima vantagem: 20 a 19.

Publicidade
Publicidade

Além de Wimbledon 2014, a outra final de Grand Slams disputada por eles teve vitória do suíço, no USOpen de 2007.

Contra Andy Murray, na semifinal, Roger Federer relembrou os grandes momentos que viveu na própria quadra central do All England Club, onde reinou absoluto por um longo período. Com um saque indefensável, aliado a um vasto repertório de jogadas, o número 2 do mundo não deu chances para o rival, que valorizou muito a vitória de Federer pelo bom #Tênis apresentado. Em 2h06min, Federer fechou em 7/5 7/5 6/4. Ele chega a sua décima final em Wimbledon na história.

Federer é o mais velho tenista a chegar na final de Wimbledon desde Ken Rosewall, que duelou na partida decisiva de 1974 com 39 anos. Quando pisar em quadra para encarar Djokovic, no domingo, Federer terá 34 anos e 340 dias.

Publicidade

Em entrevista concedida após o jogo diante de Andy Murray, Federer falou de suas expectativas para mais uma decisão.

"Se eu posso ganhar dele? Bom, isso nós vamos descobrir. Eu não tenho certeza. Ele é um dos melhores jogadores e vem trabalhando muito duro para ganhar todos os principais torneios. Sei como vencer, mas é uma ocasião bem diferente. Quero ganhar domingo. Hoje (contra Murray) foi sem dúvida uma das melhores partidas que já joguei na minha carreira. Foi extremamente sólida", avaliou Roger Federer. #Wimbledon 2015