Prestes a completar um ano, o fatídico placar de 7x1 conquistado pela Alemanha sobre o Brasil na semifinal da Copa do Mundo de 2014 para muitos teve um grande culpado: Luiz Felipe Scolari, então treinador do time brasileiro. Na semana em que o vexame faz aniversário, o treinador conheceu a proporção de uma goleada desse tamanho, dessa vez a seu favor.

Assim que saiu do Grêmio no início do campeonato brasileiro, Felipão acertou sua ida a China, onde treina atualmente o Guangzhou Evergrande. Neste domingo, em duelo válido pela superliga chinesa, o time dirigido pelo brasileiro aplicou 7x0 sobre o Chongqing Lifan, atuando dentro de sua casa.

Publicidade
Publicidade

Com o bom resultado, os comandados de Scolari seguem na terceira colocação do campeonato local, com 34 pontos, dois a menos que o primeiro colocado Beijing Guoan. Shandong Luneng, treinado pelo também brasileiro Cuca (que está suspenso até o mês de janeiro), permanece na quarta colocação. O Guanghzou Evergrande é o atual tetracampeão chinês.

O ex-cruzeirense Ricardo Goulart foi o único brasileiro do elenco sob posse de Felipão a estar presente em campo na goleada de hoje. Apesar de não ter balançado as redes nenhuma vez, Goulart foi o garçom da partida, com quatro assistências dadas. Gao Lin, Huang Bowen, Shangyuan, Yu Hanchao (duas vezes) e Zheng Long (duas vezes) fizeram os gols dos mandantes.

Após o fracasso brasileiro na última edição da Copa do Mundo, que culminou com o 7x1 sofrido perante a Alemanha e o 3x0 da Holanda na disputa do terceiro lugar, a CBF decidiu desligar o técnico Felipão do cargo.

Publicidade

No mercado, Scolari logo foi chamado pelo velho parceiro Fábio Koff, então presidente do Grêmio, a retomar o ambiente do clube, de onde só saiu no meio de maio, por conta dos maus resultados na arrancada de brasileiro.

Por outro lado, a seleção brasileira buscou se reerguer por meio do velho conhecido Dunga, que já havia sido o treinador escolhido pela CBF entre os anos de 2006 e 2010. Em sua primeira competição oficial durante o retorno, Dunga e seleção fracassaram e não passaram das quartas de final da Copa América. #Entretenimento #Seleção de Futebol #Futebol