Após conquistar a medalha de bronze nesse sábado, no Mundial de Pentatlo Moderno, em Berlim(Alemanha), Yane Marques, conseguiu a primeira vaga para as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016. A atleta, que é pernambucana da cidade de Afogados de Ingazeira, tem 31 anos e pertence ao Exército Brasileiro.

Medalhista olímpica em Londres em 2012, de onde trouxe a medalha de bronze para o Brasil, inédita nessa modalidade, ela também tem em seu currículo nada menos que a medalha de ouro no Pan-Americano do Rio de Janeiro em 2007, ouro no Sul-Americano no Chile em 2014, prata na Copa do Mundo em 2009 no Rio de Janeiro, prata no Pan-americano de 2011 em Guadalajara e prata no Mundial de 2013, em Taiwan, entre as 19 competições onde obteve as três primeiras colocações.

Publicidade
Publicidade

 

O pentatlo é uma modalidade esportiva onde o atleta disputa provas de natação, esgrima, e por último, uma combinação de corrida com tiros esportivos. A pernambucana iniciou sua carreira esportiva como nadadora no Clube Náutico Capibaribe, em Recife, aos onze anos de idade. Porém, mais tarde, revelou-se no pentatlo ao ganhar uma etapa no primeiro campeonato nacional ao qual participou, em Porto Alegre.

Apesar dos excelentes resultados obtidos, era difícil conseguir patrocínio, o que mudou quando a mesma ingressou no Exército para formar uma equipe para disputar os Jogos Militares de 2011, no Rio de Janeiro. Na instituição, passou a ter um maior apoio e financiamento, pois a modalidade desse esporte possui alto custo financeiro. Seu início de carreira foi bastante difícil, sem patrocínio, sem local adequado para treinar e chegou a treinar com equipamentos emprestados.

Publicidade

 

Improvisava alguns treinos, como as corridas que fazia pelas ruas do bairro onde morava, estande de tiros e estrutura com colchões na parede de casa para treinar esgrima. Hoje sendo sargento, ela tem a possibilidade de disputar provas do pentatlo tanto civil quanto militar.

"No Pentatlo o nível é praticamente o mesmo civil e militar. O jeito é se vestir de verde e preparar o coração", argumentou a atleta. "Estou muito feliz em receber essa medalha e me qualificar para os Jogos Olímpicos do próximo ano. Vou para as Olimpíadas muito feliz. Tive um dia muito bom na esgrima e na corrida." disse Yane.

A atleta já se prepara para o Pan-Americano de Toronto, que começa dia 10 desse mês, e para as Olimpíadas do Rio, onde espera obter bons resultados e conseguir chamar a atenção para o esporte no Brasil. #Rio2016