Os tubarões são #Animais muito antigos, existindo há mais de 200 milhões de anos antes dos dinossauros, e hoje vivem aproximadamente 375 espécies de tubarões mundo afora. Os tubarões são peixes importantes já que limpam os oceanos (um verdadeiro lixeiro dos mares), devorando animais mortos e outros refugos orgânicos. Geralmente, preferem águas mornas nas regiões costeiras e oceânicas estando presentes em todos os mares e chegam a viver até 80 anos.

Apesar desses peixes não gostarem de carne humana, acabam por vezes tendo o seu habitat invadido e confundem as pessoas com presas e as atacam. Porém, esta verdade biológica não é nada ajudada quando Hollywood lança sucessos de bilheteria tendo o tubarão como um assassino impiedoso dos 7 mares.

Publicidade
Publicidade

Que se dane a vida deste animal se a sua má fama pode render milhões de dólares.

Um outro ponto de desgaste da imagem do tubarão é que são registrados eventualmente ataques de tubarão a humanos em algumas partes do globo. Por exemplo, há alguns anos atrás, uma turista alemã de 70 anos foi morta no resort egípcio de Sharm el-Shekih. O Ministério do Meio Ambiente Egípcio, para aplacar a mídia internacional, conseguiu matar dois tubarões logo após o ataque, mas com dúvidas sobre a correta identificação dos animais.

Prova disso é que a Associação de Proteção e Conservação Ambiental do Egito (HEPCA), através do seu diretor, afirmou que “estamos falando de uma área que tem grandes recursos naturais...e você não pode começar a eliminar tubarões e levá-los para fora da água porque um incidente ou dois aconteceram...isto é algo raro e só acontece por causa da pesca ilegal, de nenhum controle sobre os pescadores, atraindo os tubarões para os locais, mas não podemos começar a esvaziar nossos parques nacionais de tubarões até encontrarmos o suspeito."

Um outro incidente de enorme repercussão em todo o mundo foi na manhã de domingo (19), onde a estrela de surfe da Austrália, Mick Fanning,de 34 anos, três vezes campeão mundial, escapou por um triz de um ataque de tubarão durante uma competição de surf na África do Sul.

Publicidade

O australiano, após a sua fuga, disse que conseguiu escapar do ataque depois de "socar o tubarão". Afirmou ainda que estava “prestes a começar a se mover, começar a remar com a prancha e repentinamente o instinto avisou que havia alguém atrás de mim e eu comecei a ser puxado para debaixo d'água".

O ataque ocorreu durante a final do campeonato Jeffreys Bay Open, sendo filmado pelas câmeras e transmitido ao vivo pela televisão. Fanning não foi ferido ou mesmo morto no encontro graças a um verdadeiro milagre, onde a final de surfe foi adiada para outro dia. 

Não se pode deixar de sinalizar que os tubarões só se aproximam das praias com águas mais quentes quando seus recursos são destruídos como no caso da pesca predatória justamente na África do Sul, que por anos a fio não se preocupou no estabelecimento de leis que protegessem os peixes que habitam seu litoral. Apesar de tudo isto, os tubarões não são inimigos dos homens. As estatísticas registrados dos ataques de tubarões a humanos, revelam que é mais fácil das pessoas morrerem escorregando numa casca de banana, do que com um ataque desses peixes.  #Entretenimento #Jogos