A festa já estava montada para a recepção do craque. Caixas de som se espalhavam pelo gramado do velho Olímpico para gritarem que Ronaldinho Gaúcho estava de volta ao Grêmio. Nos últimos minutos, a negociação emperrou e o Flamengo, com mais dinheiro, anunciou a contratação do jogador, deixando os gremistas extremamente frustrados naquele final de ano de 2010.

No ano seguinte, quando visitou Porto Alegre defendendo as cores do time carioca, R10 levou uma das maiores vaias de sua carreira ao pisar no Olímpico no final de outubro de 2011, numa partida em que os 4x2 aplicados pelo Grêmio só não foram maiores do que o coro de “pilantra” que ecoava das arquibancadas.

Publicidade
Publicidade

Para o torcedor gremista Roger Weber, 23 anos, a relação com Ronaldinho virou um misto de amor e ódio:

“Ao mesmo tempo que ele foi o melhor jogador que eu já vi jogar, ele foi um dos caras que mais trapaceou o time que eu amo, o que gera um certo ódio de minha parte”.

“Ele estava no Querétaro, do México, e ficou dois meses sem jogar #Futebol. Não sei como serão os treinamentos dele. Mas certamente estará fora de ritmo. Acredito que, de imediato, ele não vai render tudo o que se espera dele na equipe do Fluminense”, salientou Weber.

Sobre um eventual retorno de Ronaldinho Gaúcho ao clube que o projetou para o mundo no final da década de 90 e início dos anos 2000, o torcedor admite que vê o coração balançar, mas reitera que a negociação frustrada após a saída do Milan e ida para o Flamengo manchou toda a sua história construída no clube gaúcho.

Publicidade

“Eu sempre quis e tive um sonho de poder ver o Ronaldinho Gaúcho novamente jogando no Grêmio. Acho que, atualmente, ele teria muito espaço no time do Grêmio. Mas acho que teria que fazer um grande trabalho físico para poder voltar a jogar em alto nível. Mas a questão que envolveu toda aquela novela de 2010 manchou muito a visão dos gremistas com ele, que já não era boa. Então, meu coração fica bem dividido, mas não vejo ele vestindo a camisa do Grêmio outra vez”, finalizou. #Entretenimento #entrevista