Na semana que antecedia o clássico Gre-Nal pelo Campeonato Brasileiro, posteriormente vencido pelo Grêmio por 5x0, a diretoria do Inter tomou a contestada decisão de demitir o treinador uruguaio Diego Aguirre. Tanto o presidente do clube, Vitório Píffero, como o vice-presidente de #Futebol, Carlos Pellegrini, admitiram a necessidade de um novo perfil no comando do vestiário. Queriam alguém “sanguíneo”.

“Entendemos que o nosso grupo pode render mais”, repetia Píffero a cada entrevista que dava sobre a dispensa do uruguaio.

Diego Aguirre jamais foi considerado unanimidade no Inter. No final da temporada passada, Píffero, ao ganhar a eleição presidencial, mirou em Tite, que optou pelo Corinthians.

Publicidade
Publicidade

Antes de chegar ao nome de Aguirre, a direção procurou Abel Braga e Vanderlei Luxemburgo.

No Inter, Aguirre somou 24 vitórias, 15 empates e nove derrotas, em um aproveitamento de aproximadamente 60%. Levantou uma taça: sagrou-se campeão gaúcho ao bater o Grêmio na final. Na Libertadores, viveu o céu e o inferno. Primeiro, fez o time crescer em meio à competição apostando em jovens jogadores e bateu rivais de qualidade como Atlético-MG e Santa Fé, da Colômbia.

Durante a parada da Copa América, que adiou em 45 dias o retorno da Libertadores, Aguirre mexeu demais na equipe e não soube o usar o Campeonato Brasileiro para preparar o time para os confrontos contra o Tigres, do México, pela semifinal do torneio continental. Não deu outra. Com sobras, os mexicanos avançaram à final e deixaram os gaúchos pelo caminho.

Publicidade

O abatimento tomou conta do grupo de jogadores depois da eliminação. Na avaliação da diretoria, era preciso uma remobilização para que o elenco pudesse voltar a render mais. Sobrou para Aguirre, demitido no dia 6 de agosto. Para o seu lugar, uma semana depois, foi contratado o enérgico Argel Fucks, que deixou o Figueirense.

Em sua coletiva de despedida do Inter, Diego Aguirre não se furtou a falar de como era o seu relacionamento com a diretoria.

“Era boa, sobretudo quando ganhava”. #Entretenimento #Sport Club Internacional